UAI

2

Palmeiras questiona arbitragem e pede áudio do VAR em ofício à CBF

Time paulista foi eliminado da Copa do Brasil na última quinta-feira (14), quando venceu o São Paulo por 2 a 1, mas perdeu nos pênaltis por 4 a 3

15/07/2022 19:05 / atualizado em 15/07/2022 19:29
compartilhe
O árbitro da última partida palmeirense foi Leandro Pedro Vuaden
foto: Cesar Greco

O árbitro da última partida palmeirense foi Leandro Pedro Vuaden


No fim da tarde desta sexta-feira, o Palmeiras enviou um ofício para a CBF no qual questiona a atuação da equipe de arbitragem no duelo em que acabou eliminado pelo São Paulo, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na última quinta-feira.
Em contato com a reportagem, o clube confirmou o envio do ofício à entidade. Nele, o Palmeiras pede que providências sejam tomadas em relação à equipe de arbitragem.

Os palmeirenses questionam o critério do pênalti assinalado em cima de Calleri, que originou o gol são-paulino, e o de uma possível infração em cima de Dudu, que não foi marcada.

Leandro Pedro Vuaden, que já foi motivo de reclamação de Abel Ferreira anteriormente, foi o árbitro da partida. Ele teve Rafael da Silva Alves (FIFA) e Michael Stanislau como assistentes.

Contudo, no ofício, o Palmeiras pede também a responsabilização dos árbitros responsáveis pelo VAR. Emerson de Almeida Ferreira foi árbitro de vídeo da partida e Marcus Vinicius Gomes foi o assistente do VAR. Além deles, Alicio Pena Junior atuou como observador de VAR.

Por fim, além de pedir providências em relação à arbitragem, o clube solicita ainda a divulgação dos áudios entre Vuaden e o árbitro de vídeo. Até o momento, a CBF ainda não tornou pública a comunicação entre eles.

Antes do pênalti marcado para o São Paulo, o Palmeiras também teve uma penalidade máxima ao seu favor, quando ainda vencia por 2 a 0. Contudo, Raphael Veiga mandou por cima e desperdiçou a chance de matar o confronto.

Com o 2 a 1 no placar, o duelo foi para a disputa de pênaltis, na qual o São Paulo levou a melhor. Com isso, o Palmeiras acabou eliminado, em pleno Allianz Parque, nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Compartilhe