UAI

2

Edu Dracena critica base do Santos: 'Dificulta a evolução dos jogadores'

Executivo de futebol do Peixe alerta para falta de estrutura nas categorias inferiores do clube

20/01/2022 16:21 / atualizado em 20/01/2022 16:32
compartilhe

Edu Dracena Dracena alerta para falta de estrutura da base do Santos
foto: Santos/Divulgação

Edu Dracena Dracena alerta para falta de estrutura da base do Santos

 

Conhecido por revelar diversos craques, o Santos vem enfrentando algumas dificuldades nos últimos anos para conquistar bons resultados nas categorias de base. Na visão do executivo de futebol do Peixe, Edu Dracena, o problema é decorrente da falta de estrutura que o clube oferece para os Meninos da Vila.

 

 

 

"O Santos sempre foi e vai ser revelador. Jamais vai deixar de ser, até porque a qualidade, o um contra um, o drible, sempre vão ser as características do Santos. Agora, na minha opinião, hoje o Santos não tem uma estrutura física para você cobrar dos seus atletas a alta performance. Isso acaba dificultando um pouco, principalmente a evolução dos jogadores. O presidente está correndo atrás disso", disse ao "Esporte por Esporte".

 

 

 

Em meio a este cenário, o ex-zagueiro salientou que o Alvinegro Praiano está ficando para trás de outros times do Brasil.

 

"Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG são equipes que tem hoje uma infraestrutura na base, com campo de treinamento, fisioterapia, musculação...Isso faz com que dentro de campo as coisas se mostrem. Aparecem mais os frutos. É isso que a gente vai procurar fazer, sabemos da dificuldade. Se tivesse com uma infraestrutura, o Santos iria revelar 50/60 jogadores no mesmo tempo que revelou 20. A gente acaba perdendo talentos por não ter estrutura para que eles possam aprender, crescer e evoluir nas suas categorias", analisou.

 

"Temos muita coisa para resolver. Temos que ir por etapas. Não consegui chegar no departamento amador ainda, na base, porque o profissional demanda muita coisa. É muita coisa que temos para fazer", acrescentou.

 

Por fim, o dirigente ainda aproveitou para destacar que o Santos não irá cometer os mesmos erros que efetuou com Kaio Jorge e Yuri Alberto, por exemplo. Ambos tinham contratos para vencer e, mesmo assim, subiram para o profissional. Com o sucesso, outras equipes fizeram propostas e eles acabaram deixando o Peixe por um baixo custo.

 

"O Santos tem que parar com essa situação de dar vitrine. Alguns atletas fizeram isso. Não julgo, mas o clube deixou isso acontecer. Enquanto eu estiver aqui, isso não vai acontecer. Para um jogador subir para o profissional, ele vai ter no mínimo de dois a três anos para renovar", finalizou. 

 

 


Compartilhe