UAI

2

Vasco vence o Náutico fora de casa e se aproxima do Cruzeiro na Série B

Equipe carioca assumiu a segunda posição e enfrenta o líder na próxima rodada; Vasco e Raposa duelam no Maracanã no domingo (12), às 16h

07/06/2022 22:13 / atualizado em 07/06/2022 22:41
compartilhe
O Vasco venceu o Náutico fora de casa e se aproximou da liderança
foto: Daniel RAMALHO / CRVG

O Vasco venceu o Náutico fora de casa e se aproximou da liderança


O Vasco venceu o Náutico por 3 a 2, nesta terça-feira, no Arruda. Com o resultado, os cruzmaltinos chegaram aos 21 pontos, na vice-liderança da Série B. Já os pernambucanos seguem com 12, perto da degola.
O Vasco foi superior no primeiro tempo e abriu vantagem com gols de Figueiredo e Andrey. Na etapa final, o Náutico diminuiu com Thassio. Só que os cruzmaltinos confirmaram a vitória após gol de Nenê. Nos acréscimos, Jean Carlos marcou de pênalti e deu números finais no Arruda.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Cruzeiro, neste domingo, no Maracanã. Já o Náutico volta a campo nesta sexta-feira, quando encara o Sampaio Corrêa, em São Luís.

O jogo


A partida começou com atraso porque o Náutico teve problema com o uniforme. Com a bola rolando, o confronto ficou disputado, mas em ritmo lento. O Vasco tinha a posse de bola, mas não chegava próximo ao gol. Já os pernambucanos se limitavam a marcar os cariocas. Tanto que a primeira chance aconteceu somente aos 24 minutos. Após cobrança de escanteio, a zaga tentou cortar e chutou em cima de Danilo Boza. A bola acabou passando perto do travessão.

O lance animou os cruzmaltinos, que aumentaram a intensidade e chegaram ao gol aos 27 minutos. Figueiredo cobrou falta de longe, a bola bateu no travessão e quicou dentro do gol.

O Náutico tentou buscar o ataque após o revés, mas o Vasco seguia melhor em campo. Os cruzmaltinos quase ampliaram aos 32 minutos, quando Nenê tentou cruzar e quase acertou a rede. Lucas Perri estava atento pata salvar os donos da casa.

Nos minutos finais, o Vasco chegou ao segundo gol aos 42 minutos. Andrey roubou a bola próximo de sua área, levou até o ataque, tabelou com Nenê e tocou na saída de Lucas Perri. Com isso, os visitantes foram com boa vantagem para o intervalo.

No segundo tempo, o Náutico voltou melhor e quase marcou aos três minutos. Jean Carlos dominou e finalizou sobre o travessão. Só que o Vasco respondeu em seguida, com Getúlio. O atacante recebeu passe na pequena área, mas chutou em cima de Lucas Perri, que salvou os pernambucanos.

Com o passar do tempo, o Vasco voltou a controlar a partida. Os cruzmaltinos chegaram a balançar as redes, com Figueiredo, mas o gol foi anulado pelo VAR por impedimento do atacante.

O Náutico só voltou a assustar com Jean Carlos. Desta vez, Thiago Rodrigues fez grande defesa. O lance animou os donos da casa, que conseguiram chegar ao gol aos 23 minutos. Após bate e rebate, Thassio ficou com a bola e chutou para o gol. O lateral contou com o desvio na zaga, que enganou Thiago Rodrigues.

O gol fez o Náutico se lançar mais ao ataque. O Vasco, por sua vez, aproveitou os espaços dados pelos pernambucanos e marcou o terceiro aos 31 minutos. Figueiredo foi lançado e tocou para Nenê empurrar para a rede.

A partir dai, o duelo ficou aberto. O Náutico tentou diminuir novamente e conseguiu marcar o segundo nos acréscimos, com Jean Carlos, de pênalti. Mesmo assim, o Vasco saiu de campo com os três pontos de Recife.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 2 X 3 VASCO


Local: Estádio do Arruda, em Recife (PE)
Data: 07 de junho de 2022, terça-feira
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP-Fifa)
Assistentes: Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Richard Franco, Robinho, Victor Ferraz e Jean Carlos (Náutico); Edimar, Figueiredo e Andrey (Vasco)

GOLS:
NÁUTICO: Thassio (aos 23 min do segundo tempo); Jean Carlos (aos 52 min do segundo tempo)
VASCO: Figueiredo (aos 27 min do primeiro tempo); Andrey (aos 42 min do primeiro tempo); Nenê (aos 31 min do segundo tempo)

NÁUTICO: Lucas Perri, Victor Ferraz, Wellington, Bruno Bispo e Thássio; Mateus Nascimento (Djavan), Richard Franco (Eduardo) e Jean Carlos; Ewandro (Robinho), Pedro Vitor e Léo Passos (Amarildo)
Técnico: Roberto Fernandes

VASCO: Thiago Rodrigues, Gabriel Dias (Weverton), Danilo Boza, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara, Andrey dos Santos (Matheus Barbosa) e Nenê (Isaque); Gabriel Pec (Bruno Nazário), Getúlio (Zé Santos) e Figueiredo
Técnico: Emílio Faro (interino)

Compartilhe