Cruzeiro inicia semana com desfalques e dúvidas para enfrentar o CSA

Técnico Vanderlei Luxemburgo definirá time a partir desta terça-feira

21/09/2021 06:00 / atualizado em 21/09/2021 14:43
compartilhe
Bruno José será reavaliado durante a semana pelo departamento médico
foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Bruno José será reavaliado durante a semana pelo departamento médico


Com menos de 1% de probabilidade de subir à primeira divisão, segundo o Departamento de Matemática da UFMG , o Cruzeiro inicia nesta terça-feira a semana de preparação para enfrentar o CSA , às 16h de domingo, no Independência, pela 26ª rodada da Série B . O grupo foi liberado para descansar na manhã dessa segunda, quando desembarcou em Belo Horizonte depois de   empatar por 1 a 1 com o Vasco, em São Januário, no Rio de Janeiro .

De volta após cumprir suspensão, o técnico Vanderlei Luxemburgo perdeu o zagueiro Eduardo Brock e o atacante Marcelo Moreno , advertidos com o terceiro cartão amarelo. Outro que está fora do próximo jogo é o atacante  Wellington Nem , que sofreu  lesão na coxa direita ainda no primeiro tempo do confronto com o Vasco .

Na defesa, o favorito à titularidade é Léo Santos, de 1,97m, com Rhodolfo, de 1,93m, correndo por fora. Na frente, Thiago sairá da ponta-esquerda - função exercida no primeiro tempo do confronto com o Vasco - e atuará como centroavante.

Com o deslocamento de Thiago e a ausência de Wellington   Nem, dois jogadores de mobilidade devem entra nos extremos do campo. Os favoritos são Dudu, Felipe Augusto ou Claudinho. A comissão técnica observará o meia Marcinho, com incômodo no pé direito, e o atacante Bruno José, com dor no tornozelo direito.

Outra situação a ser definida por Luxa é se Rômulo continuará improvisado na lateral direita no lugar de Cáceres. A estratégia possibilitou a entrada de Marco Antônio como segundo volante (próximo a Adriano) e de Giovanni de armador. Apesar de alguns bons passes e lançamentos, a dupla lidou com a superioridade do Vasco na posse de bola na etapa inicial (65% a 35%), especialmente pelas ações do volante Andrey e do armador Nenê.

Qualquer que seja a escolha de Vanderlei, o Cruzeiro precisa urgentemente emplacar sequência de vitórias na Série B. Neste momento, o time soma 31 pontos - seis triunfos, 13 empates e seis derrotas -, 10 a menos que o quarto colocado, CRB, com 41. Nas 13 rodadas restantes, a Raposa terá de ganhar 10 ou 11 para encerrar a segunda divisão com campanha de 61 a 64 pontos. Assim, a chance de acesso ficará entre 85,9% e 99,1%.

Compartilhe