Copa América

COPA AMÉRICA

Scaloni vê Argentina complicada e admite: 'Temos sorte de estar vivos'

Técnico ainda explicou porque resolveu tirar Lautaro Martínez no segundo tempo

postado em 20/06/2019 01:13

<i>(Foto: Luis Acosta/AFP)</i>
 
 
O técnico Lionel Scaloni deu uma entrevista bastante sincera na noite desta quarta-feira, depois do empate por 1 a 1 da sua equipe com o Paraguai, no Mineirão, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América. Entre justificativas a respeito das mudanças táticas durante o duelo, ele reconheceu que sua equipe tem a sorte de depender apenas de si para se classificar.

“Nossa opção é que temos de ganhar (do Catar). Vamos ver o que fizemos bem e o que não fizemos bem, vamos jogar com esse sonho de tentar procurar a melhor versão para jogar esse jogo. Tivemos a sorte de continuarmos vivos”, comentou o treinador.
 
A vitória é fundamental porque os argentinos estão empatados em número de pontos com os asiáticos, mas com um gol de saldo a menos. Ou seja, nova igualdade deixa a equipe provavelmente na quarta posição, a não ser que o Paraguai perca por dois gols ou mais da Colômbia. Já classificada, a seleção de Carlos Queiroz pode poupar jogadores visando às quartas de final.

Scaloni ainda explicou porque resolveu tirar Lautaro Martínez na metade do segundo tempo para colocar Di Maria, mesmo com a Argentina voltando muito mais perigosa e já empatando o placar logo de cara. O atacante, por sinal, disse que estava bem fisicamente, mas o treinador discordou assim.
 

“Não se foi a melhor versão, mas, com certeza, mais perigosa. Sergio (Aguero) entrou muito bem, não há dúvida que a equipe teve mais presença. Mas tomamos contra-ataques que poderíamos ter evitados por causa do número de jogadores ofensivos na nossa equipe”, avaliou o comandante, que pouco levou de perigo após a substituição.
 
Ele, porém, preferiu ver que também não sofreu mais na defesa. “Corremos o risco se no meio-campo não tem jogadores que conseguem filtrar podemos tomar vários contra-ataques. Até que nós substituímos o Lautaro não tínhamos esse equilíbrio, foi o que buscamos com a mudança”, concluiu.
 
 
O resultado deixou a Argentina na última colocação do Grupo B, com apenas um ponto. Já o Paraguai tem dois tentos e ocupa a segunda colocação. Na próxima rodada, os paraguaios enfrentam a Colômbia, na Arena Fonte Nova, às 16h (de Brasília) e os argentinos duelam com o Catar, no Rio Grande do Sul, no mesmo dia e horário. 

Tags: mineirão futinternacional scaloni argentina copaamerica