Ane Marcelle perde para sul-coreana no tiro com arco e se despede de Tóquio

Em Yumenoshima, ela perdeu da adversária, uma das favoritas ao ouro, por 7 a 1; Brasil ainda tem um representante no tiro com arco, Marcus D'Almeida

29/07/2021 07:45 / atualizado em 29/07/2021 08:37
compartilhe
Ane Marcelle se deparou, logo na segunda rodada, com a melhor atleta da fase classificatória do tiro com arco
foto: ADEK BERRY / AFP

Ane Marcelle se deparou, logo na segunda rodada, com a melhor atleta da fase classificatória do tiro com arco

A brasileira Ane Marcelle dos Santos foi derrotada pela sul-coreana An San na segunda rodada do tiro com arco na manhã desta quinta-feira (horário de Brasília) e se despediu dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em Yumenoshima, ela perdeu da adversária, uma das favoritas ao ouro, por 7 a 1.

Foram decisivos para a vitória da atleta da Coreia do Sul, país que é potência no tiro com arco, o terceiro set perfeito que ela fez, obtendo 30 pontos, a pontuação máxima, fruto de três 10, e também uma flecha 6 da brasileira na segunda parcial, o que abaixou sua pontuação.

O único set equilibrado foi o primeiro, que terminou empatado em 27 a 27, rendendo um ponto a cada atleta. An San dominou as outras parciais, inclusive tendo um desempenho perfeito no terceiro set, e venceu com tranquilidade.

Ela é a cabeça de chave número 1 do tiro com arco em Tóquio e confirmou seu favoritismo ao passar para as oitavas de final, fase em que vai enfrentar a japonesa Ren Hayakawa.

Ane Marcelle havia vencido, minutos antes das oitavas de final, a mexicana Ana Vazquez, mas se deparou na segunda rodada com a melhor atleta da fase classificatória e sucumbiu.

O Brasil ainda tem um representante no tiro com arco: Marcus D'Almeida, que eliminou dois adversários na quarta-feira e segue vivo em Tóquio.

Em busca de uma vaga nas quartas, Marcus encara o italiano Mauro Nespoli nesta sexta-feira, às 21h30 (horário de Brasília).
Compartilhe