Esporte na TV

ESPORTE NA TV

Fabiola Andrade, do SporTV, diz que jogo entre América e Cruzeiro 'foi legal porque não teve VAR'

Fala da jornalista levantou suspeitas do apresentador do programa 'Redação Sportv', Marcelo Barreto, que brincou com o comentário da colega

postado em 03/12/2020 15:20 / atualizado em 03/12/2020 18:24

(Foto: Reprodução/ Redes sociais)
 
Os erros de arbitragem que influenciaram no resultado do clássico mineiro entre América e Cruzeiro, nessa quarta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte, também foram assunto nesta quinta-feira nos canais esportivos. No programa ‘Redação Sportv’, do canal SporTV, a jornalista Fabiola Andrade protagonizou uma cena curiosa ao falar sobre a vitória da Raposa, por 2 a 1. 
 
Em sua participação no programa, a jornalista disse ter gostado da partida disputada no Horto, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para ela, “o jogo do Cruzeiro e América foi mais legal porque não teve VAR”. 

O apresentador do ‘Redação Sportv’, Marcelo Barreto, interpelou a fala da companheira de programa e questionou o motivo da afirmação. 

“Foi mais legal para quem? O Lisca foi expulso e teve falha na arbitragem”, declarou Barreto em tom descontraído. 

Sem graça pela pergunta, a jornalista respondeu ao questionamento do apresentador. “Barreto, está me estranhando? Eu quis dizer que foi mais dinâmico (o jogo)”, minimizou. 

O comandante da bancada do programa finalizou a conversa com um tom de desconfiança, mas sem deixar o clima leve de lado: “Sei”. 

A partida foi marcada por um pênalti mal assinalado a favor do Cruzeiro, convertido pelo atacante Rafael Sóbis logo aos 14 minutos do primeiro tempo. O árbitro paraense Dewson Freitas também foi cobrado por outros lances que, por não serem marcados para o América, favoreceram a equipe celeste. 
 
O lance ocasionou a expulsão do técnico Lisca, do Coelho. O árbitro mostrou o cartão vermelho aos 16 minutos, depois de ter sido contestado pelo treinador por dois lances: um pênalti não marcado para o time americano e um assinalado para a Raposa. 

Como a Série B não tem o árbitro de vídeo (VAR), prevaleceram as decisões de Dewson. O ex-árbitro Paulo César de Oliveira, comentarista de arbitragem da Rede Globo que participava da transmissão da partida, revisou os lances questionados por Lisca e deu razão ao treinador.

Tags: serieb americamg cruzeiroec interiormg futnacional esporte na tv