Esporte na TV

ESPORTE NA TV

Mauro Cezar cita Cruzeiro e critica gestão financeira do Atlético

Comentarista disse que Galo está perto de 'cruzeirar'

postado em 30/03/2021 10:21

(Foto: Reprodução)

Mauro Cezar Pereira disse em seu canal no Youtube que o Atlético está seguindo a mesma direção do Cruzeiro em relação aos caos financeiro. O jornalista afirmou que o que ocorreu com a Raposa na administração do ex-presidente Wagner Pires de Sá foi algo particular, já que o caso envolve a Justiça. Apesar disso, o Galo pode acabar se 'arrebentando' financeiramente, opina o comentarista.

"Dívida de R$ 1 bilhão com mecenato, com dinheiro de torcedores milionários, dinheiro que todo instante é colocado no clube para a contratação de jogadores, elenco bem caro, mais caro ainda para esta temporada em relação ao de 2020. E o Atlético está caminhando nesta direção", afirmou.

"Muitos torcedores do Atlético ignoram o que aconteceu com o Cruzeiro e dizem: 'não, com a gente é diferente'. Não é preciso ser igual ao Cruzeiro. O que houve com o Cruzeiro é algo sem precedentes. O Ministério Público, a Polícia foi lá, um caso bem mais grave do que um estouro financeiro. Mas uma cruzeirada não consiste em fazer tudo isso. Você pode fazer uma cruzeirada só se arrebentando financeiramente", frisou.

Apesar do alto investimento no futebol graças a parceiros, não é novidade para ninguém que o Atlético vive grave crise financeira, como admitiu o presidente Sérgio Coelho em entrevista ao Superesportes. Na última sexta-feira, o colunista do Estado de Minas, Jaeci Carvalho, afirmou que a dívida geral do alvinegro ultrapassará a marca de R$ 1 bilhão no balanço que será divulgado oficialmente em abril.

Segundo a coluna, o valor da dívida aumentou em cerca de R$ 300 milhões em 2020, último ano de gestão do presidente Sérgio Sette Câmara. Além dos valores investidos em contratações e pagamentos de salários - o clube contou com ajuda dos 4 R’s (Renato Salvador, Ricardo Guimarães, Rafael Menin e Rubens Menin), a arrecadação foi bem menor em função da pandemia do coronavírus, que afastou os torcedores dos estádios desde março passado.

Cruzeiro



O Cruzeiro caiu para a Série B pela primeira vez na história em 2019, ano no qual foi descoberto as irregularidades, segundo o MP. O ex-presidente Wagner Pires de Sá, o ex-vice de futebol Itair Machado e o ex-diretor-geral Sérgio Nonato respondem a processos na Justiça.

Wagner Pires de Sá é réu por falsidade ideológica, apropriação indébita e formação de organização criminosa Já Itair Machado responde por lavagem de dinheiro, apropriação indébita, falsidade ideológica e formação de organização criminosa. Sérgio Nonato será julgado por organização criminosa e apropriação indébita.

Tags: atleticomg cruzeiroec