UAI


Criciúma chega para duelo contra o América com 13 reforços em um mês

Clube, treinado por Paulo Baier, aproveitou o adiamento dos duelos pela Copa do Brasil para fazer mudanças no elenco rebaixado no Catarinense

31/05/2021 12:00 / atualizado em 01/06/2021 02:04
compartilhe
Clube fez uma reformulação no elenco
foto: Divulgação/Criciúma

Clube fez uma reformulação no elenco


O Criciúma, rival do América na terceira fase da Copa do Brasil, contratou 13 reforços entre o fim do Campeonato Catarinense e a estreia na Série C do Campeonato Brasileiro. As mudanças no elenco se devem ao fato de o Tigre ter sido rebaixado para a segunda divisão do estadual pela primeira vez em sua história. 

O clube, inclusive, pediu a alteração nas datas do duelo com o América (o que foi aceito pela CBF) para ter mais tempo de preparação. Entre o fim do estadual e o início da Série C - cerca de um mês -, foram contratados o goleiro Roberto e o zagueiro Jessé, ambos do Próspera-SC; o lateral-direito Alemão, da Portuguesa; o lateral-esquerdo Nathan, do Athletic; o zagueiro Rodrigo e o volante Léo Costa, os dois do Santo André; e o volante Arilson, do Pouso Alegre. 

Para a parte ofensiva, chegaram os meias Warley, do Concórdia-SC; Dudu Vieira e Fellipe Matheus, ambos da Ferroviária-SP; e os atacantes PH, do Hercílio Luiz-SC, Gabriel Henrique, do Próspera, e Luiz Paulo, do Madureira-RJ. Todos já ficaram à disposição na última partida, com exceção de Alemão.

Por outro lado, deixaram o clube os laterais Léo Campos e Emanuel. O meia Matheus Anderson, o único dos três considerado titular do time no estadual, foi para o Mirassol-SP.
 
A equipe utilizou o mês de preparação para disputar dois jogos-treino contra o Sub-23 do Grêmio: venceu por 1 a 0 e empatou sem gols. O Tigre também venceu o Tubarão-SC por 1 a 0. As partidas foram disputadas no Centro de Treinamento da equipe catarinense. 

Série C


Alguns desses reforços já estrearam pelo clube no sábado, na vitória por 1 a 0 sobre o Ituano, na primeira rodada da Série C, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma. Essa foi apenas a segunda vitória da equipe na temporada. No Catarinense, o Tigre disputou 11 partidas, venceu uma, empatou uma e perdeu cinco. 

O péssimo desempenho e o rebaixamento histórico fizeram com que o clube demitisse o técnico Hemerson Maria e trouxesse para seu lugar Paulo Baier, que comandou o time pela primeira vez contra o Ituano. Ele mandou a campo a seguinte escalação, que deve se repetir na partida contra o América: Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Marcel Scalase, Helder; Dudu Vieira, Arilson, Dudu Figueiredo; PH (Gabriel Henrique), Fellipe Mateus e Luiz Paulo. 

Os destaques da equipe são o lateral-esquerdo Helder e o meia Dudu. Para o jogo contra o Coelho, o zagueiro Felipe Maia é a única dúvida. Ele está retornando de uma lesão. 

Copa do Brasil 

Na Copa do Brasil, no entanto, o Criciúma vive momento positivo. Na primeira fase, a equipe catarinense passou pelo Marília-SP ao empatar por 0 a 0, no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo. A partida, que inicialmente seria disputada no interior paulista, foi transferida para o estado capixaba devido ao veto da realização de eventos esportivos em São Paulo. Por ser mais bem colocado no ranking da CBF, o Tigre tinha a vantagem do empate no confronto e por isso se classificou. 

Já na segunda fase do certame, o Criciúma encontrou novamente dificuldades para avançar. Eliminou a Ponte Preta, nos pênaltis (5 a 4), após empate por 1 a 1 no tempo normal. O duelo foi disputado no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma.

O primeiro jogo com o América está marcado para esta quarta-feira, às 21h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Já a partida de volta será na quarta-feira (9), às 21h30, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma.

Compartilhe