'Ousadia responsável': bastidores da negociação entre Zárate e América

Membro do Conselho de Administração do América, Euler Araújo detalhou processo para contratação do atacante argentino

31/08/2021 17:05 / atualizado em 31/08/2021 20:09
compartilhe
Zárate chegou a BH nesta terça-feira (31) para assinar com o América
foto: Divulgação/América

Zárate chegou a BH nesta terça-feira (31) para assinar com o América


O América concretizou, na segunda-feira (30), a contratação do experiente atacante argentino Mauro Zárate, ex-Boca Juniors, de 34 anos. A transferência eleva o patamar do clube mineiro tanto dentro quanto fora do campo, em uma investida que gera grandes expectativas de retorno esportivo. O Superesportes apurou bastidores da negociação entre o Coelho e o atleta.
 
 


"Estávamos monitorando vários nomes do futebol sul-americano. É um mercado que requer estudo, que tem muitas ofertas. Um dos nomes era o do Zárate. Dentro dessa formação do elenco, a gente sabe aquilo o que é necessário. O grupo é muito forte e ele é essa peça que vai fazer a diferença para a gente. É um jogador que tem uma experiência muito grande, de Libertadores", afirmou.

Negociação e investimento


Euler também falou sobre as conversas com o estafe do jogador. Ele destacou o curto prazo que o América tinha para concretizar a negociação, já que a janela internacional de transferências se encerra nesta terça-feira (31).

"Nós entramos em contato com o empresário e iniciamos o processo de negociação, que foi concretizado no domingo (29). A gente tinha certeza do nome. O Vagner (Mancini) participou do processo todo, conversou com o atleta e nós fechamos a negociação. Uma correria muito grande, porque a data estava se encerrando. Salum (coordenador de futebol clube-empresa) entrou em contato também com o empresário, o Armando (Desessards, diretor de futebol) e concretizamos. Na segunda-feira (30), cuidamos da documentação, da questão burocrática, porque o prazo era curto. A equipe que cuida disso no América é muito eficiente", destacou.

Berrío, que estreou pelo América no domingo (29), diante do Ceará, pode formar 'dupla estrangeira' no ataque do Coelho com Zárate
foto: Divulgação/América

Berrío, que estreou pelo América no domingo (29), diante do Ceará, pode formar 'dupla estrangeira' no ataque do Coelho com Zárate


Questionado sobre as condições financeiras da transferência, Euler Araújo garantiu que não houve nenhum tipo de 'engenharia' orçamentária. De acordo com o membro do Conselho de Administração do América, a negociação respeitou limites dentro das possibilidades financeiras do clube.

"Vem dentro do que a gente tem sempre como proposta de responsabilidade. Está dentro do orçamento do América. Não tem nada que foge a nossa realidade. Fizemos esse investimento. Em fevereiro, quando assumimos, tínhamos como lema a questão da ousadia com responsabilidade. Trouxemos esses reforços todos. O grupo é forte. Está dentro da nossa previsão orçamentária e não existe nenhuma engenharia financeira", garantiu.

Conversa com o treinador


Por fim, Euler destacou as conversas entre o técnico Vagner Mancini e Mauro Zárate. De acordo com o dirigente, os dois falaram sobre modelo de jogo e características - em bate-papo que teve papel decisivo para a concretização da negociação.

"Quando definimos, em conjunto, ele (Mancini) conversou com o Zárate. Falou muito sobre sistema de jogo, sobre como o América joga, sobre as características do jogador. Acredito que ele também tenha pesquisado sobre o América, sobre a nossa realidade, a nossa proposta. Ficamos felizes por ele ter aceitado o convite e, com certeza, todos tiveram uma participação muito grande e decisiva na escolha dele", disse.

Vagner Mancini conversou com Zárate e teve papel essencial na contratação
foto: Marina Almeida/América

Vagner Mancini conversou com Zárate e teve papel essencial na contratação


Zárate é mais uma opção ofensiva para o América de Vagner Mancini. Contando com nomes indisponíveis por lesão, COVID-19 e também com os que retornaram às categorias de base, o Coelho tem 15 nomes para o setor.

Sem atuar desde 27 de abril, quando defendeu o Boca Juniors pelo Campeonato Argentino, o novo atacante do América deve passar por um período de recondicionamento físico antes da estreia. No dia 11 de setembro, às 16h, a equipe volta ao Independência, em Belo Horizonte, para enfrentar o Athletico Paranaense, em partida válida pela 20ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Compartilhe