UAI

2

Patric detalha estratégia para o América enfrentar o Guaraní no Paraguai

Coelho precisa vencer fora de casa para avançar à terceira fase da Copa Libertadores

26/02/2022 19:15
compartilhe
Patric ressalta que o América deve buscar mais efetividade, além de números e estatísticas na Libertadores
foto: Marina Almeida/América

Patric ressalta que o América deve buscar mais efetividade, além de números e estatísticas na Libertadores

O América dominou as ações do confronto de ida contra o Guaraní, pela segunda fase da Copa Libertadores, e teve as melhores chances de marcar no Independência. No entanto, os paraguaios foram precisos no plano de jogo e, mesmo com poucas oportunidades, conseguiram fazer um gol no fim e levar vantagem para a volta. Nesta quarta-feira, o confronto de volta, no Defensores del Chaco, em Assunção, promete um embate carregado com diferentes estratégias tanto de um lado quanto de outro.

Enquanto o Guaraní pode jogar pelo empate, ao Coelho não resta apenas ser melhor em números e estatísticas, mas efetivo para garantir gols nas chances que criar e sair vitorioso em campo e com a classificação assegurada. Além de duelar técnica e taticamente, para o lateral-direito Patric, um dos mais experientes do elenco alviverde, o time deve superar o embate físico e psicológico contra um adversário com vantagem e que pode usar isso para retardar o jogo.

"Conversamos antes do jogo. Já vínhamos relatando qual o nível de choque, de impacto nos jogos e que eles [os árbitros] deixam seguir. Acredito que vamos ter que fazer mais faltas. Nosso time não faz tanta falta e nesses jogos precisam que faça mais faltas. O adversário vai querer parar o jogo, principalmente por ser lá. Eles não vão querer deixar que o jogo role, então a posse de bola vai diminuir por isso. Que a gente possa entender que o jogo vai ser mais físico, mais pegado e que tenhamos êxito e venhamos com a classificação", projetou o lateral americano.

Patric também ressaltou que, como o duelo será diferente, com os donos da casa entrando em vantagem, resta ao América garantir efetividade nas finalizações. "Sabemos que o futebol se resume a colocar a bola no fundo da rede. Precisamos e já estamos fazendo, aperfeiçoando, potencializando nossas finalizações para que venhamos a ter o acerto 100%. Acredito que não teremos tantas chances, vai ser um jogo mais truncado, mas que possamos ter uma ou duas ou cinco finalizações, mas acertar o mais rápido possível para fazer o primeiro gol", analisou.

O lateral garantiu que o estado psicológico do elenco segue forte, mesmo com o revés no Horto. O resultado do trabalho feito no Lanna Drumond é visto além do resultado e deve ser base para que, elevando a concentração na finalização, possa dar os frutos que o clube almeja. "Nosso grupo está muito bem psicologicamente, mentalmente estamos muito fortes, fizemos uma excelente partida e vamos dar continuidade ao que fizemos, porém concretizando a gol para que possamos sair sorrindo e comemorando, que é o que mais desejamos", finalizou.

Quer ir assistir o duelo no Paraguai? Veja o que deve fazer

O torcedor alviverde que deseja ir a Assunção assistir ao jogo deve cumprir algumas medidas protocolares para entrar no país vizinho.O americano deverá estar atento à última atualização sanitária publicada pelo governo paraguaio, no início de fevereiro, que tem intuito conter a propagação da COVID-19 no país. Confira as medidas estipuladas para poder entrar no Paraguai.

Compartilhe