UAI

2

América visita o Barcelona-EQU por vaga na fase de grupos da Libertadores

Eliminado do Campeonato Mineiro, Coelho quer recuperação imediata com avanço no principal torneio do continente; time mineiro precisa da vitória em Guayaquil

15/03/2022 05:00 / atualizado em 15/03/2022 10:03
compartilhe
Técnico Marquinhos Santos orienta jogadores do América durante treino no estádio do Emelec
foto: Mourão Panda/América

Técnico Marquinhos Santos orienta jogadores do América durante treino no estádio do Emelec


Tudo ou nada: eliminado precocemente do Campeonato Mineiro, o América aposta todas as fichas na terceira fase da Copa Libertadores, em busca de uma vaga inédita na fase de grupos. Nesta terça-feira (15), às 21h30, o Coelho visitará o Barcelona no Estádio Banco Pichincha, em Guayaquil, e precisa de uma vitória para avançar no principal torneio do continente.

 

 

Fotos do treino do América no Estádio do Emelec, em Guayaquil


No jogo de ida, no Independência, em Belo Horizonte, houve equilíbrio no empate por 0 a 0. Por mais que o América tenha passado mais tempo com a bola e criado mais oportunidades de gol, o Barcelona foi eficiente na proposta de se defender e sofreu pouco com as investidas do Coelho.

A situação poderia ser pior para os comandados de Marquinhos Santos caso o pênalti cobrado por Carlos Garcés, aos 47 minutos do segundo tempo, tivesse entrado. Ao chutar para fora no Horto, o experiente atacante de 32 anos foi às lágrimas ao fim da partida.

Em caso de nova igualdade no Equador, a decisão será nas penalidades máximas. Para avançar e seguir fazendo história na Copa Libertadores, o América precisa de vitória simples, por um gol de diferença.
 
 

Momento do rival


O Barcelona está invicto na temporada. Líder do Campeonato Equatoriano, o 'Ídolo' tem quatro vitórias em quatro jogos, fez sete gols e sofreu apenas um. O artilheiro é o meia Gabriel Cortez, com seis gols. 

A equipe iniciou a trajetória nesta edição da Libertadores na primeira fase, depois de se classificar com a segunda melhor pontuação do Equador em 2021. Avançou nos pênaltis, após empates por 0 a 0 e 1 a 1 com o Torque, do Uruguai. 

Na segunda fase, diante do Universitario, do Peru, venceu por 2 a 0 em casa e assegurou a classificação com novo triunfo, desta vez por 1 a 0, atuando como visitante.

O Barcelona é o maior campeão equatoriano, com 16 títulos - o último conquistado em 2020. Em termos de Copa Libertadores, o time de Guayaquil tem muito mais tradição do que o Guaraní, primeiro adversário do Coelho. O Ídolo foi vice-campeão em duas oportunidades (1990 e 1998) e já chegou às semifinais em outras sete - no ano passado, caiu nesta etapa diante do Flamengo.

 

 


Quem joga?


Sem novos desfalques, a tendência é que o técnico Marquinhos Santos repita a formação do jogo de ida. Os atacantes Felipe Azevedo e Matheusinho, que vinham sendo titulares, foram utilizados na derrota por 2 a 1 para o Uberlândia no Campeonato Mineiro e devem ser novamente reservas de Everaldo e Pedrinho.

Do lado do Barcelona, o técnico Jorge Célico ganhou três 'reforços'. Damián Díaz, Byron Castillo e Erick Castillo, desfalques para a partida em Belo Horizonte, retomaram normalmente as atividades com o elenco aurinegro.

Quanto vale o avanço?


A Libertadores segue como prioridade absoluta para o América. Um avanço para a fase de grupos do torneio significaria mais US$ 3 milhões em premiações para o Coelho (cerca de R$ 15,3 milhões na cotação atual).

O clube mineiro já garantiu US$ 1,1 milhão em ganhos pela trajetória no torneio continental. Os valores correspondem a aproximadamente R$ 5,6 milhões.
 
 

FICHA TÉCNICA


Barcelona-EQU

Burrai; Byron Castillo, Aimar, Rodríguez e Quiñonez; Carcelén, Leonai Souza, Preciado e Cortez; Martínez e Mastriani.
Técnico: Jorge Célico

América

Jailson; Patric, Iago Maidana, Éder e Marlon; Lucas Kal, Juninho e Alê; Pedrinho, Everaldo e Wellington Paulista.
Técnico: Marquinhos Santos

Motivo: jogo de volta da 3ª fase da Copa Libertadores da América
Data e horário: terça-feira, 15 de março de 2022, às 21h30
Local: Estádio Banco Pichincha, em Guayaquil

Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky e Gabriel Chade (Argentina)
Transmissão: Conmebol TV e tempo real do Superesportes

Compartilhe