UAI

2

América: Azevedo já fez mais gols com Mancini do que em 2022 com Marquinhos

Atacante balançou as redes nos dois jogos em que o técnico recém-chegado Vagner Mancini comandou o Coelho

18/04/2022 15:30 / atualizado em 22/04/2022 14:35
compartilhe
Felipe Azevedo durante duelo entre América e Juventude, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro
foto: Mourão Panda / América

Felipe Azevedo durante duelo entre América e Juventude, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro


O atacante Felipe Azevedo retomou a boa fase após o retorno de Vagner Mancini ao América. Com a confiança do técnico, o jogador de 35 anos marcou dois gols nas duas últimas partidas do Coelho, número superior ao feito nesta temporada sob o comando de Marquinhos Santos, ex-treinador alviverde.
 
 

Na última quarta-feira (13), no jogo de reestreia de Mancini no América, contra o Atlético, pela fase de grupos da Copa Libertadores, Felipe Azevedo marcou um bonito gol de fora da área, abrindo o placar no Mineirão, em Belo Horizonte. A partida terminou empatada em 1 a 1.

"Fiquei feliz pela oportunidade de jogar. Ter feito um dos gols mais bonitos que fiz com a camisa do América. A forma que foi a jogada, um jogo tão importante, um clássico, uma Libertadores... Estou curtindo bastante esse momento que estou vivendo", disse Azevedo.

Já nesse sábado (16), pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante balançou as redes na goleada americana sobre o Juventude, por 4 a 1, no Independência, em Belo Horizonte.
 
 

Sob o comando de Marquinhos Santos, Felipe Azevedo marcou apenas um gol em 2022. O jogador balançou as redes na vitória do América sobre o Democrata-GV, por 2 a 0, pela 2ª rodada do Campeonato Mineiro, no Independência.

Após o duelo contra a Pantera, no dia 30 de janeiro, o atacante ficou sem marcar por quase três meses, até o jogo contra o Atlético, pela Libertadores. Nesse meio tempo, Azevedo participou de apenas um gol, na partida contra o Uberlândia, pela 10ª rodada do Mineiro, no dia 12 de março, quando deu uma assistência para Índio Ramírez.

Regularidade


Felipe Azevedo retomou não só o bom futebol, como a titularidade. Homem de confiança de Vagner Mancini, o extremo começou jogando as duas partidas em que o América foi comandado pelo treinador em seu retorno ao clube.
 
 

"Sentimento muito bom [de voltar a ser titular]. Estar sempre jogando é bom. Respeitava muito a decisão do Marquinhos. É um cara que eu tenho um carinho enorme. Um cara que eu vou levar sempre para a minha vida. Um cara espetacular. Quando um treinador decide algo, a gente tem que acatar", disse Azevedo.

O atacante era peça importante na primeira passagem de Mancini no América, entre 19 de junho e 16 de outubro de 2021. Nos 21 jogos que o técnico disputou, Felipe Azevedo foi titular em 20, marcou três gols e deu uma assistência.


Compartilhe