UAI

2

Vagner Mancini analisa críticas a Flávio no América: 'Escolheu ser jogador'

Jovem volante do Coelho foi alvo de críticas da torcida após a derrota por 3 a 2 para o Tolima, pela Libertadores; Mancini explicou como 'blindar' o jogador

28/04/2022 15:05
compartilhe
Flávio foi criticado pela torcida do América após derrota diante do Tolima
foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press

Flávio foi criticado pela torcida do América após derrota diante do Tolima


O jovem volante Flávio, de 21 anos, não ostenta prestígio com a torcida do América. Nesta quarta-feira (27), o atleta foi alvo de críticas direcionadas após a derrota do Coelho por 3 a 2 para o Tolima, de virada, em jogo da fase de grupos da Copa Libertadores. Após o revés, o técnico Vagner Mancini analisou a situação: "Ele escolheu ser jogador de futebol e vai passar por isso".
 

Fotos da desolação dos jogadores do América após derrota para o Tolima

 

Aos 30 minutos do segundo tempo no Horto, quando o duelo ainda estava empatado em 1 a 1, Mancini promoveu a entrada de Flávio na vaga do amarelado Lucas Kal. Apenas dois minutos depois, o Coelho voltou a abrir vantagem no placar com gol contra de Junior Hernández.

No entanto, já na reta final da partida, o time mineiro viu o Tolima buscar uma virada improvável com gols aos 41 e aos 50 minutos da etapa complementar. Para piorar a situação, Flávio teve participação negativa no lance do terceiro gol, quando falhou na origem da jogada.

Em maio de 2021, o jovem se envolveu em polêmica com os torcedores do América ao ser anunciado por empréstimo pelo rival Cruzeiro. Ele declarou que sempre torceu pela Raposa e causou mal-estar entre os americanos. Muitos deles, inclusive, foram contra o retorno do atleta em janeiro deste ano.

Diante das críticas, em entrevista após a derrota para o Tolima, Mancini projetou o que fazer para "blindar" Flávio. "A gente tem que mostrar para ele que ele escolheu ser jogador de futebol. Jogador de futebol vai passar por isso, assim como todos nós passamos. O torcedor esperava a vitória. Ficou até o final, cantou, esperando a vitória. No final, a derrota. É óbvio que ele fica chateado", analisou.
 
 

Flávio ou Zé Ricardo? Mancini explica opção


A decisão de Mancini ao optar por Flávio ao invés de Zé Ricardo, no segundo tempo, também repercutiu mal entre os torcedores. Ainda em entrevista, o treinador deu dois motivos para a opção realizada no revés diante da equipe colombiana.

"A opção pelo Flávio foi por dois motivos. Um é que ele entrou bem no último jogo e, por ser um atleta mais alto, eu preferi ele. Outro é que o Zé Ricardo, ontem - e isso que eu vou dizer aqui não interferiu, não estou de maneira alguma arrumando desculpa para isso -, se queixou de uma torção no tornozelo. Eu já tinha feito duas substituições de reparo na equipe. E aí, de repente, eu ter que fazer uma substituição com um atleta que vinha sentindo o tornozelo...", explicou.

"Eu achei que o Flávio me daria uma situação de jogo melhor. Um atleta um pouco mais alto, que também tem força física. O jogo, naquele momento, pedia isso. Até mesmo a entrada dele como mais um zagueiro, fazendo uma linha de cinco atrás até que o Conti entrasse em campo. Tudo isso você tem que pensar em segundos", completou.

Sem tempo para lamentar, o América vira a chave para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro. Às 16h30 do sábado (30), o Coelho receberá o Athletico-PR em partida válida pela 4ª rodada, no Estádio Independência, em Belo Horizonte. A equipe de Vagner Mancini ocupa a 14ª colocação na tabela, com 3 pontos.

Compartilhe