UAI

2

Presidente do América detona ex-gestora do Independência e cita reformas

Segundo o dirigente do Coelho, o estádio foi entregue 'aquém' do que deveria: 'Várias coisas que têm que melhorar, e muito', afirmou

28/06/2022 10:43 / atualizado em 28/06/2022 10:43
compartilhe
Presidente do América lamentou como foi feita a gestão do Independência
foto: Tereza Rebello Horta / América

Presidente do América lamentou como foi feita a gestão do Independência


Presidente do América, Alencar da Silveira Júnior detonou o estado em que o Independência foi entregue ao clube, após administração da ex-gestora, a Luarenas.

Em março deste ano, o Governo de Minas Gerais rescindiu o contrato com a empresa. O Executivo alegou que o motivo da rescisão foi o não repasse de cerca R$ 36 milhões ao poder público desde 2015. 

Após negociar com o Estado, o América garantiu o direito de ser o novo administrador do local. Desde então, segundo Alencar, o clube vem enfrentando problemas com a estrutura do Independência e por isso já iniciou algumas reformas.

"O estádio do América já foi feito, anteriormente, para shows e eventos. Nós estamos viabilizando, agora, o novo molde, que será feito com a nossa administração dentro do Independência. É lógico, pegamos um estádio precisando de várias reformas: elevador, iluminação, gramado. Tudo isso já está sendo feito", disse, em contato com o Superesportes.

Ainda de acordo com o dirigente, o estádio foi entregue 'aquém' do que deveria. Ele afirma que isso gerou gastos altos para o Coelho.  

"O América está gastando um recurso muito alto, hoje, para funcionar de acordo com as determinações que foram propostas, desde quando a BWA pegou, e a Luarenas continuou. O estádio, pegamos aquém de que tinha a necessidade da entrega, o que foi tratado antes, mas a gente está vendo que isso não é culpa do Estado, é culpa da administração que ali estava", afirmou.

"Nós pegamos o estádio em uma conservação que não era adequada para uma empresa devolver. A Luarenas deixou muito aquém a devolução do estádio. Quando se fala em iluminação, elevador, gramado, várias coisas que têm que melhorar, e muito. Era para ter uma conservação melhor", complementou o presidente.

A reportagem procurou a Luarenas, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem. 
 

Investimentos 


Um dos gastos que o clube já teve foi para ajustar a iluminação do estádio. Devido à exigências da Conmebol, o América teve que alterar os refletores nesta temporada para disputar competições internacionais. Os investimentos foram de R$ 700 mil.

A ideia, a partir de agora, é modernizar o estádio o máximo possível. Implementação de grama sintética e um uso maior do local para shows e eventos estão sendo estudados pela diretoria alviverde

Compartilhe