UAI

2

Ex-diretor do Atlético dispara contra 'secretário de Sampaoli': 'Mala'

Domênico Bhering falou pela primeira vez desde que foi demitido do Galo

28/03/2021 16:18 / atualizado em 28/03/2021 16:31
compartilhe
Sampaoli e Andreata durante treino do Atlético na Cidade do Galo
foto: Bruno Cantini/Atlético

Sampaoli e Andreata durante treino do Atlético na Cidade do Galo

Demitido em janeiro após 20 anos de serviços prestados ao Atlético, Domênico Bhering falou pela primeira vez desde a saída do clube. Em entrevista à Web Rádio Galo, o ex-diretor de comunicação disparou contra Gabriel Andreata, gerente de futebol da equipe alvinegra durante a ‘era Sampaoli’.

De acordo com Bhering, no entanto, Andreata jamais cumpriu o papel como gerente. “Nunca trabalhei com uma mala maior do que o cara chamado Andreata. É um cara que foi extremamente nocivo ao Sampaoli. Se o Sampaoli soubesse o que o cara é. Porque é aquele cara que blinda o Sampaoli”, disse o ex-diretor de comunicação.

15 momentos de Jorge Sampaoli no Atlético


“Só não carrega a mala - se é que não carregava a mala do Sampaoli. Ele era um secretário do Sampaoli. Ele não era gerente de futebol. Ele era secretário do Sampaoli. Ele era um cara que veio para blindar o Sampaoli o dia inteiro de tudo. E muitas vezes o Sampaoli não sabia o que estava acontecendo”, relatou Domênico. 

Andeatta chegou ao Atlético junto com Sampaoli, em março de 2020. O profissional também havia trabalhado com o técnico no Santos, em 2019, e era o responsável por fazer a ligação entre o argentino e demais setores da direção alvinegra. 

Em novembro do ano passado, o então gerente de futebol protagonizou um episódio que fez o Sampaoli balançar no cargo. Em meio à pandemia de coronavírus, Andreatta promoveu um jantar com profissionais do clube. Dias depois, o Atlético viveu um surto de COVID-19 no elenco. Na época, o dirigente se defendeu de suposta “condenação sem provas”.

Sampaoli e Andreata deixaram o Atlético após a última rodada do Campeonato Brasileiro. Cuca assumiu o comando técnico, enquanto o ex-goleiro Victor, que se aposentou dos gramados, virou gerente de futebol do Galo. 


Compartilhe