UAI


Alonso vira chave no Atlético: 'Temos 70 dias para buscar dois títulos'

Após eliminação na Libertadores, zagueiro pediu foco do elenco do Galo nos dois torneios ainda em disputa - Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil

29/09/2021 00:45 / atualizado em 29/09/2021 02:14
compartilhe
Zagueiro Junior Alonso, do Atlético, durante duelo contra o Palmeiras pela Libertadores
foto: Pedro Souza/Atlético

Zagueiro Junior Alonso, do Atlético, durante duelo contra o Palmeiras pela Libertadores

O zagueiro Junior Alonso, do Atlético, almeja uma rápida 'virada de chave' após a eliminação na Copa Libertadores da América. Após o empate em 1 a 1 com o Palmeiras nesta terça-feira (28), no Mineirão, em Belo Horizonte, o defensor quer que a equipe mantenha o foco para as disputas da Série A do Campeonato Brasileiro e também da Copa do Brasil.

Depois do empate em 1 a 1 com o Palmeiras, que selou a eliminação atleticana na Libertadores, Alonso concedeu entrevista coletiva no Gigante da Pampulha. O zagueiro atleticano quer virara página: 'Temos 70 dias para buscar dois títulos'.

"Não podemos nos abater. Estamos em 1° no Brasileirão, temos uma semifinal na Copa do Brasil. A equipe trabalhou bastante durante um ano para este momento. Seguir trabalhando. Se necessário, trabalhar o dobro. Cuidar-nos ao dobro, entregar-nos por completo a todo este projeto. Temos 70 dias para buscar os dois títulos e esse é o caminho: não podemos nos entregar por um jogo, por sair de um campeonato. Ainda há dois", afirmou.

Alonso, no entanto, ressaltou a decepção alvinegra pelo 'esforço' feito na Libertadores. O Galo deixou a competição invicto, com sete vitórias e cinco empates.

"Creio que decepção por todo o esforço que fizemos. Fizemos uma grande campanha. A equipe se entregou por completo ao projeto, ao objetivo. Lastimosamente, o futebol tem essas coisas. Fizemos uma grande partida, fomos eliminados por um gol de visitante. Estamos decepcionados por isso, e o que resta é levantar a cabeça para o que vem", garantiu.

Atlético 1 x 1 Palmeiras: fotos da eliminação do Galo na Libertadores


O defensor também disse que o Atlético deve procurar evolução em 'todos os detalhes' para a sequência da temporada. "A lição é que devemos ajustar todos os detalhes. Em definições de mata-mata, um mínimo detalhe pode te deixar fora - no ataque ou na defesa. Então, o que devemos melhorar é isso. Temos pela frente o Brasileirão e também a Copa do Brasil, e o que resta é seguir trabalhando da melhor maneira, evitar cometer os mesmos erros e lutar até o final - como fizemos sempre", projetou.

Por fim, Alonso deu méritos ao Palmeiras pelas dificuldades do Atlético em criar grandes oportunidades de gol ao longo dos 180 minutos da semifinal. O zagueiro alvinegro lamentou o fato de a equipe mineira não ter conseguido 'matar a partida' quando tinha a vantagem no placar.

"Creio que é mérito do Palmeiras, porque jogou as duas partidas com uma linha de cinco, muito atrás, buscando sempre o contra-ataque. Jogando em casa, como local, fizeram isso. Hoje, fizeram em grande parte do jogo. O jogo deles foi efetivo. Nós, também, lastimosamente, não conseguimos matar a partida quando tínhamos a vantagem. Agora, é poder encontrar uma solução para esse tipo de partida e tudo o que vem depois", disse.

O Atlético foca suas atenções nas disputas da Série A do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. O Galo é o líder do Brasileirão, com 46 pontos, e disputará as semis do principal torneio mata-mata do país contra o Fortaleza.


Atleticanos deixam Mineirão decepcionados após eliminação na Libertadores

 

Compartilhe