UAI

2

Atlético busca reconhecimento como tricampeão brasileiro pela CBF; entenda

Galo quer que a entidade reconheça a conquista da Copa dos Campeões de 1937 como um título brasileiro oficial

21/12/2021 09:58 / atualizado em 21/12/2021 16:39
compartilhe
Time do Atlético Campeão dos Campeões de 1937: Floriano (técnico), Kafunga, Florindo, Zezé Procópio, Lola, Bala, Alcindo, Quim, Clovis. Agachados: Paulista, Alfredo, Guará, Nicola, Rezende e Elair.
foto: Centro Atleticano de Memoria - 21/03/1937

Time do Atlético Campeão dos Campeões de 1937: Floriano (técnico), Kafunga, Florindo, Zezé Procópio, Lola, Bala, Alcindo, Quim, Clovis. Agachados: Paulista, Alfredo, Guará, Nicola, Rezende e Elair.


 
O Atlético busca junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) o reconhecimento da conquista da Copa dos Campeões de 1937 como um título brasileiro oficial. Organizado pela extinta Federação Brasileira de Futebol (FBF), esse foi o primeiro torneio interestadual profissional realizado no Brasil e reunia os vencedores dos campeonatos de Minas Gerais (Atlético), São Paulo (Portuguesa), Distrito Federal (Fluminense) e Espírito Santo (Rio Branco). 

 

Veja todas as contratações dos times da Série A para 2022


Em entrevista ao canal do jornalista Breno Galante, na segunda-feira (20), o presidente do Galo, Sérgio Coelho, afirmou que o clube, campeão brasileiro em 1971 e 2021, "já fez o seu trabalho" e que aguarda com esperança o reconhecimento do tricampeonato por parte da entidade.

"Já fizemos um trabalho, já apresentamos à CBF para que ela reconheça, como reconheceu dos outros clubes. Temos muita esperança que isso pode acontecer. Depende da CBF. A parte que dependia do Atlético foi feita. Comprovando os jogos, as matérias que saíram na época dos jornais e tudo mais. A CBF vai analisar e estamos otimistas que isso possa dar certo. Tendo a aprovação dela, vamos comemorar esse título sim, como os demais clubes comemoraram", afirma.

Ao dizer que comemorará como os demais clubes, o presidente se referiu à unificação de campeonatos feita em 2010, quando a entidade reconheceu as conquistas da Taça Brasil (1959 - 1968) e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967 - 1970), o 'Robertão', como títulos oficiais do Campeonato Brasileiro. 

Na ocasião, Santos (vencedor da Taça Brasil de 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965 e do Robertão de 1968), Palmeiras (Taça Brasil de 1960 e 1969 e o Robertão de 1967 e 1969), Bahia (Taça Brasil de 1959), Cruzeiro (Taça Brasil de 1966), Botafogo (Taça Brasil de 1968) e Fluminense (Robertão de 1970) foram reconhecidos como campeões brasileiros. 

Relembre a trajetória do Atlético na Copa dos Campeões de 1937


O torneio Campeão dos Campeões de 1937 foi organizado pela Federação Brasileira de Futebol (FBF), precursora da CBF. O torneio tinha um sistema de disputa dividido em jogos de turno e returno. O time com a maior pontuação levava a taça. 
 
 
Manchete sobre a conquista atleticana publicada pelo jornal Estado de Minas em 1937
foto: Arquivo/EM/D.A Press

Manchete sobre a conquista atleticana publicada pelo jornal Estado de Minas em 1937

 
Com participação de quatro equipes campeãs estaduais em 1936, foi a primeira competição interestadual profissional no Brasil. Participaram os vencedores dos campeonatos de Minas Gerais (Atlético), São Paulo (Portuguesa), Distrito Federal (Fluminense) e Espírito Santo (Rio Branco) 
 
O Atlético teve estreia decepcionante, goleado pelo Fluminense por 6 a 0, nas Laranjeiras. Os alvinegros ainda empataram por 1 a 1 com o Rio Branco-ES, em Vitória, antes de emplacar uma boa sequência.

Nas três rodadas seguintes, o Galo superou os adversários no Estádio Antônio Carlos, em Lourdes: 5 a 0 na Portuguesa, 4 a 1 no Fluminense e 5 a 1 no Rio Branco. Com o triunfo sobre o time capixaba, o Galo assegurou antecipadamente o título.

A campanha vitoriosa terminou com triunfo por 3 a 2 sobre a Portuguesa, no Canindé, em São Paulo, no dia 14 de fevereiro de 1937.
 
O time da conquista contava com Kafunga, Florindo, Zezé Procópio, Lola, Bala, Alcindo, Quim, Clóvis. Paulista, Alfredo, Guará, Nicola, Rezende e Elair. O comando era de Floriano Peixoto. O artilheiro do Atlético e da competição foi Paulista, com oito gols. 

Veja a campanha alvinegra:  

13/01/1937 - Fluminense 6 x 0 Atlético
17/01/1937 - Rio Branco-ES 1 x 1 Atlético
24/01/1937 - Atlético 5 x 0 Portuguesa
31/01/1937 - Atlético 4 x 1 Fluminense
03/02/1937 - Atlético 5 x 1 Rio Branco-ES
14/02/1937 - Portuguesa 2 x 3 Atlético

As férias dos jogadores do Atlético



Compartilhe