UAI

2

Galo: Otávio diz por que deixou a Europa e explica quando fica à disposição

Atleta usará a camisa 5 e chega para reforçar o meio-campo do Atlético

07/02/2022 13:11 / atualizado em 07/02/2022 17:08
compartilhe
Otávio foi apresentado nesta segunda-feira
foto: Pedro Souza / Atlético

Otávio foi apresentado nesta segunda-feira

Apresentado nesta segunda-feira (7), na Cidade do Galo, o volante Otávio disse que recebeu propostas de clubes da Europa, mas preferiu assinar com o Atlético porque tem o objetivo de conquistar grandes títulos na carreira. Novo dono da camisa 5, o jogador de 27 anos ainda destacou que pediu alguns dias ao técnico Antonio Mohamed antes de ficar à disposição para poder se integrar completamente ao elenco.

"Quando eu saí do Brasil para jogar na Europa, eu queria ir para um grande clube. O projeto que o Bordeaux me ofereceu era de dar crescimento na Europa, fazer uma boa temporada e depois conquistar equipes de cenários maiores, disputar ligas europeias e conquistar títulos. Infelizmente o planejamento não foi como a gente esperava. Houve muita mudança. Em cinco anos, tive três presidentes, três comissões técnicas, diretores esportivos diferentes. E isso abala o trabalho que vem sendo desempenhado dentro do clube, mas eu pude deixar meu nome marcado na história do clube, fui reconhecido pelo meu trabalho", disse.

Otávio está emprestado pelo Bordeaux, da França, até o fim de junho, quando se inicia o vínculo definitivo com o Galo de quatro anos de duração. Ele foi revelado pelo Athletico-PR, em 2014. Ficou no Furacão até 2017, quando foi vendido ao Bordeaux por 7,5 milhões de euros (R$ 27 milhões na cotação da época). No Rubro-Negro paranaense, foram 164 jogos e três gols marcados. O volante defendeu o time francês em cinco temporadas incompletas - 17 partidas na última, sendo 14 como titular. No total, fez 127 jogos e marcou três gols. Em toda carreira, venceu um título: o Campeonato Paranaense de 2016.



"Eu vim para o Atlético e não tinha esse pensamento de retornar ao Brasil com 27 anos de idade. Tive propostas de outros clubes para continuar na Europa, mas era para ficar no meio de tabela. Para os meus objetivos pessoais, iria dificultar um pouco. Quando surgiu a oportunidade do Atlético, eu falei para os meus empresários que eu voltaria porque era um clube campeão, organizado em todas as partes, não só dentro de campo, mas você vê que tem uma gestão maravilhosa, com profissionais de altíssimo nível e com todas as áreas estabilizadas. Assim, o resultado esportivo vem. E quando surgiu a oportunidade de estar aqui, ficar mais próximo da minha cultura, do meu país, uma adaptação mais rápida, em um clube que entra para ser campeão, foi uma oportunidade maravilhosa de voltar ao meu país e conquistar títulos. Não adianta só jogar bem, só ter partidas boas, você tem que concretizar com títulos", frisou.

Volantes contratados pelo Atlético nos últimos dez anos


Tempo para jogar 


Otávio deve ficar à disposição do técnico Antonio Mohamed em pouco tempo. Ele pediu alguns dias para conhecer o elenco e entender a dinâmica de jogo do time. "Eu preciso de um tempinho para conhecer o grupo. O futebol não é só fisicamente, você precisa conhecer o grupo, conhecer o dia a dia, conhecer os seus companheiros para que você não entre de qualquer maneira dentro de campo, porque quando você entra lá dentro é cobrado. Eu falei com o professor que eu preciso e disse que vou estar sim apto a jogar, com certeza vai ser opção do técnico quando ele vai me utilizar ou não, mas esta semaninha eu pedi para que eu pudesse trabalhar, para que eu pudesse me integrar melhor ao grupo, conhecer melhor os atletas", frisou.

Compartilhe