UAI

2

Lucas Cândido lembra rolê com Ronaldinho no Galo: 'Minha mãe não acreditou'

Jogador relembrou o período em que atuou estrelas do futebol brasileiro no Atlético, onde conquistou a Libertadores no ano de 2013

01/06/2022 07:00 / atualizado em 01/06/2022 19:37
compartilhe

Ídolo do Atlético, Ronaldinho Gaúcho foi um dos grandes destaques do clube na conquista da Libertadores de 2013
foto: Bruno Cantini/Atlético

Ídolo do Atlético, Ronaldinho Gaúcho foi um dos grandes destaques do clube na conquista da Libertadores de 2013

 

Lucas Cândido é um dos vários jogadores revelados pelo Atlético nos anos 2010. Durante sua passagem pelo clube, entre 2013 e 2019, ele atuou ao lado de grandes ícones alvinegros, como Diego Tardelli, Victor e Ronaldinho Gaúcho. Em entrevista ao Superesportes, o atleta relembrou um rolê que deu com o R10 após o título da Copa Libertadores de 2013.

 

 

Além do torneio continental, Lucas conquistou o Campeonato Mineiro de 2015 pelo Galo. Devido às sérias lesões no joelho esquerdo, participou de apenas 68 partidas. No Brasil, ele ainda atuou por Vitória e Ponte Preta. 

 

"Nós ganhamos a Libertadores, e eu fui embora com o Ronaldinho. Minha mãe não acreditou no telefone. Eu falei, 'então conversa com ele'. Ele disse, 'oi, dona Cida, tudo bem?'. Ela falou, 'cuida do meu filho aí', e ele até brincou, 'pode deixar que ele está comigo', disse Lucas Cândido ao quadro "Por Onde Anda?"

 

"A gente tinha treino no outro dia, o Cuca liberou só os caras que eram titulares. Depois, ainda pegamos o Cruzeiro. Quem jogou fomos nós, (os atletas) que não atuaram na Libertadores. Tivemos que voltar para descansar e treinar (no dia seguinte). Chegamos na casa dele já era madrugada, e tivemos que voltar para enfrentar o Cruzeiro", complementou.

 

jogo entre Atlético e Cruzeiro, mencionado por Lucas Cândido, ocorreu em 28 de julho de 2013, na nona rodada do Brasileirão.

Como a partida foi disputada apenas quatro dias após a final da Libertadores, o técnico Cuca optou por colocar os reservas em campo. Na ocasião, o time celeste venceu o clássico por 4 a 1. 

 

Cria da base do Atlético, Lucas Cândido foi promovido ao time profissional do Galo em 2013
foto: Ramon Lisboa/EM/DA Press

Cria da base do Atlético, Lucas Cândido foi promovido ao time profissional do Galo em 2013

 

Convivência com Ronaldinho e craques

 

Com seu jeito simples e bem mineiro, Lucas, que é natural de Uberlândia, revelou como foi conviver com jogadores famosos assim que subiu da base para o time profissional do Galo, em 2013. 

 

"Eu não tinha noção (do que era) aquele grupo. Na minha carreira no Atlético, peguei jogadores de altíssimo nível. Até melhor do mundo, como o Ronaldinho. Tem hora que eu deito e falo, 'gente, não tenho noção'. Para mim, não era normal (estar com eles), mas como eu tinha que treinar todo dia, brincava com todo mundo. Acabou ficando normal, porque era meu trabalho", afirma. 

 

Além de Ronaldinho, outro jogador com grande passagem pela Seleção Brasileira que atuou com Lucas Cândido foi o volante Gilberto Silva, pentacampeão mundial em 2002. Ídolo do Atlético, o meio-campista jogou por nove anos no futebol europeu, onde se destacou no Arsenal. 

 

"Meus colegas falam, 'nossa Lucas, quando eu era criança jogava com eles no videogame'. Eu dizia, 'cara, vocês não imaginam'. O campo pode estar cheio de jogadores adversários, mas você toca para o Ronaldinho só para ver o que ele vai fazer, ter aquele momento. Eu vi de pertinho o que ele fez, não foi montagem", relembra o jogador.

 

"Nós víamos essas montagens do Ronaldinho, aquela da trave que ficou famosa. Mas ele faz isso mesmo, não é montagem. As coisas que ele faz, é ele mesmo. A gente fala que não tem condições, que ele tem olho nas costas. E é de verdade, de carne e osso, igual a gente, só que ele é diferente, nasceu com um dom", conclui Lucas. 

 


Compartilhe