UAI

2

Diego Costa explica saída do Atlético, mas comenta: 'Ambiente era perfeito'

Atacante deu detalhes da sua saída, falou sobre a adaptação da filha e elogiou o elenco alvinegro; ele foi campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil pelo Galo

02/06/2022 21:21
compartilhe
Diego Costa fez 19 partidas pelo Atlético
foto: Pedro Souza/Atlético

Diego Costa fez 19 partidas pelo Atlético


Diego Costa deixou o Atlético no início de 2022 e explicou a sua saída quase seis meses depois. Em entrevista ao Canal Pilhado, no YouTube, nesta quinta-feira (02), o atacante pontuou que a adaptação das suas filhas no Brasil era uma questão importante desde a sua chegada e, quando ele notou que algo não estava certo na sua família, resolveu deixar o Galo. Mesmo assim, o jogador elogiou o elenco alvinegro e afirmou que o ambiente era perfeito.
O atacante de 33 anos segue sem time, mesmo seis meses após deixar o Atlético. Na entrevista, Diego Costa contou qual foi a motivação para sair do clube em que havia vencido recentemente o Brasileirão e a Copa do Brasil.

"A partir do momento que eu vi que as coisas não estavam correndo como eu realmente queria que corresse (em relação à família), eu falei com o pessoal lá (do Atlético) e eles super entenderam. A gente tinha um acordo. Sempre tem aquela desavença para acertar alguma situação ou outra, mas eu só tenho palavras de agradecimento, tanto para o pessoal lá, quanto para os jogadores. Falo com os jogadores até hoje, com Hulk, Keno, Mariano, Allan. Eu fico sempre zoando uma coisa ou outra. O nosso ambiente era perfeito", ressaltou.

Diego Costa ainda comentou que a adaptação das filhas no Brasil, motivo que resultou na sua saída do Atlético, era um tema presente desde as primeiras conversas com o clube mineiro. Mesmo assim, o atleta reiterou que deixou o Galo pela porta da frente.

"Eu saí super bem. Nós tínhamos um acordo desde o minuto um. Quando a gente começou a negociação, eu deixei bem claro que tenho duas filhas e que tenho uma situação que dependo muito delas, em termos de adaptação e tudo mais. E se as coisas acontecerem naturalmente, se as coisas correrem tudo bem, eu tinha um ano e meio de contrato e isso ia acontecer, porque, até então, lá (no Atlético) me encontrei  muito bem, eu me dava bem com todo mundo", comentou Diego Costa.

Mais elogios e explicações pela saída

O atacante seguiu elogiando o grupo alvinegro e relembrou que encontrou um time quase fechado. Diego Costa chegou em agosto de 2021 e fez cinco gols em 19 partidas até dezembro, quando atuou pela última vez pelo Atlético. O jogador ainda destacou questões que envolvem a torcida.

"Eu amava aqueles caras lá. Eles me fizeram me sentir muito bem desde o minuto um. Me fizeram campeão. Cheguei lá e o time estava praticamente arrumado, só dei aquela 'pinceladazinha'. O pessoal lá comigo foi surreal. A torcida não tem nem o que falar. Fico triste pelo momento assim que eu tive que sair porque a torcida não entende, pensa que 'ah, foi campeão e agora saiu'. Não, não, jamais", pontuou o atacante.

Diego Costa continuou deixando claro que estava satisfeito no Atlético, mas a adaptação da sua família era algo inegociável naquele momento.

"Eu estava muito feliz lá, mas tem coisas que estão acima do meu bem-estar. Tem pessoas que estão acima do meu trabalho. Graças a Deus, eu sofri muito no começo para, hoje em dia, ter esse poder de decisão e falar: 'Meu primeiro objetivo é a minha família, minhas filhas. Se elas estão bem, eu vou estar bem'", disse Diego Costa. 



Compartilhe