UAI

2

Atlético é vaiado no Mineirão, e Turco concorda: 'Não demos alegria'

Técnico Turco Mohamed elogiou os torcedores pelo comportamento no Mineirão no empate com o Santos e compreendeu as vaias dirigidas ao time e a ele

11/06/2022 22:35 / atualizado em 11/06/2022 22:46
compartilhe
Turco Mohamed elogiou o comportamento da torcida e deu razão pelas vaias após o apito final
foto: Gladyston Rodrigues/EM/DAPress

Turco Mohamed elogiou o comportamento da torcida e deu razão pelas vaias após o apito final


O time do Atlético deixou o gramado do Mineirão vaiado após o empate por 1 a 1 com o Santos, neste sábado (11), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com um jogador a mais em boa parte do segundo tempo, o time cedeu o empate ao Peixe, em cobrança de pênalti, e por muito pouco não sofreu a virada nos minutos finais.



Mais uma vez, o Galo foi irregular em campo. No primeiro tempo, controlou as ações, foi superior ao Santos e abriu a vantagem de 1 a 0. Na etapa final, criou pouco, fez escolhas erradas na construção das jogadas e se mostrou vulnerável aos contra-ataques. O gol dos visitantes saiu em pênalti alertado pelo VAR.

Já nos acréscimos, Everson, em grande defesa, e uma bola na trave salvaram o Atlético da virada. O torcedor, que apoiou o time mesmo nos momentos de instabilidade, vaiou após o apito final.

O técnico Turco Mohamed elogiou os torcedores pelo comportamento no Mineirão e compreendeu as vaias dirigidas ao time e a ele.

"A torcida teve um comportamento exemplar. Apoiou 98, 100 minutos o time. Quando a equipe não conseguiu o resultado, mostrou seu descontentamento. E tem razão. Está no seu direito. Ela (torcida) sempre foi o jogador número 12, que apoiou o time até o último minuto. Mas nós não fomos capazes de dar alegria a eles", comentou o comandante.

Na análise de Mohamed, o Atlético passa por um momento ruim e de pouca confiança. Por isso, só uma vitória diante do Ceará, na quarta-feira (15), a partir das 19h, no Castelão, pela 12ª rodada, poderá mudar o cenário.

"Seguramente vamos conversar entre nós, ver as coisas que fizemos mal, que fizemos bem. Mas está claro que não é um bom momento de todos. Assumo minha responsabilidade nessa situação. Mas nos resta pouco para reverter a situação. Teremos que ganhar na quarta-feira (do Ceará), porque senão vamos ficar muito longe da liderança do Brasileirão", avaliou.

Para o jogo contra o Vozão, em Fortaleza, o Atlético não terá os volantes Jair e Allan, suspensos. Em contrapartida, o zagueiro Nathan retornará após cumprir suspensão diante do Santos.

Atlético x Santos: namorados e torcedores curtem jogo no Mineirão



Atlético x Santos: fotos do jogo no Mineirão pelo Brasileiro



Compartilhe