UAI

2

Turco atribui mau momento do Atlético à falta de confiança dos jogadores

Treinador argentino explicou que falta de confiança tem feito time tomar decisões erradas no ataque e se desorganizar defensivamente

11/06/2022 22:51 / atualizado em 11/06/2022 23:14
compartilhe
Turco Mohamed deixou o Mineirão sob vaias da torcida do Atlético
foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press

Turco Mohamed deixou o Mineirão sob vaias da torcida do Atlético



O técnico "El Turco" Mohamed assumiu a responsabilidade pelo terceiro jogo consecutivo do Atlético sem vitória no Campeonato Brasileiro e reconheceu o momento ruim do time. Neste sábado (11), o Galo empatou por 1 a 1 com o Santos, no Mineirão, pela 11ª rodada. O diagnóstico feito por ele é de que falta confiança aos jogadores.


 

"Tivemos um primeiro tempo de boa produção da equipe e no segundo tempo não tivemos a capacidade para matar o jogo. E a semana não foi boa, tivemos três jogos e não conseguimos ganhar nenhum. Está claro que não foi uma semana produtiva, mas o que teremos que fazer agora é fechar o grupo e buscar ganhar a próxima partida. A única solução é falar pouco e aumentar a intensidade", afirmou. 
 

Instabilidade no Brasileiro

 
Turco também assumiu a responsabilidade pelo mau momento do Galo no Brasileirão. Antes do empate com o Santos, o time mineiro ficou na igualdade com o Palmeiras (0 a 0), no Allianz Parque, em São Paulo, e foi goleado pelo Fluminense (5 a 3), no Maracanã, no Rio de Janeiro. 
 

Atlético x Santos: namorados e torcedores curtem jogo no Mineirão


"Seguramente vamos conversar entre nós, ver as coisas que fizemos mal, que fizemos bem. Mas está claro que não é um bom momento de todos. Assumo minha responsabilidade nessa situação. Mas nos resta pouco para reverter a situação. Teremos que ganhar na quarta-feira (do Ceará) porque senão vamos ficar muito longe da liderança do Brasileirão", disse. 

Falta de confiança

  
O treinador também atribuiu a baixa criação alvinegra à falta de confiança dos jogadores. Com a vantagem numérica em campo, o Atlético teve mais volume de jogo que o Santos, mas não conseguiu converter em chances criadas. 
 
"Tivemos muito volume de jogo, mas poucas oportunidades. Claramente estamos com baixa confiança, passamos por essa situação. E também, cada vez que cometemos erros em uma transição ou jogada tem gol do adversário. É um momento baixo, muito baixo de confiança. E teremos que recuperar essa confiança", finalizou.
 

Atlético x Santos: fotos do jogo no Mineirão pelo Brasileiro



Decisões erradas e vulnerabilidade


Um dos efeitos da falta de confiança, segundo Turco, é a desorganização na tomada de decisão ofensiva e a desorganização defensiva.

“Temos que analisar. Me parece que todos os jogadores entregaram o máximo, pode ter ocorrido algum erro. Não foi por falta de intensidade. Pode ter sido por tomar uma má decisão. Posso tomar más decisões também. Todos os jogadores puseram a máxima intensidade. Às vezes tomam más decisões em campo”, disse.

Defensivamente, os erros são mais graves, pois resultam em gols. O Atlético tem ficado muito exposto. Nesse ponto, Turco fez mea-culpa.

“Nesses momentos temos que ter mais comunicação. Não podemos ir com nove jogadores à frente, isso está claro que é uma situação que precisamos melhorar. Não pode acontecer. Não pode acontecer e eu sou o responsável, isso está claro”.

Próximo jogo pelo Brasileiro


O Atlético volta a campo na próxima quarta-feira (15), às 19h, para medir forças com o Ceará, pela 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A partida será realizada na Arena Castelão, em Fortaleza. 

Compartilhe