UAI

2

Pavón elogia torcida do Atlético e explica em que posição prefere jogar

Novo reforço do Galo, argentino de 26 anos foi apresentado nesta sexta-feira (8); ele estava livre no mercado depois do término do contrato com o Boca Juniors

08/07/2022 13:01 / atualizado em 08/07/2022 14:10
compartilhe
Cristian Pavón assinou com o time alvinegro até junho de 2025
foto: Bruno Sousa / Atlético

Cristian Pavón assinou com o time alvinegro até junho de 2025

Apresentado na Cidade do Galo, nesta sexta-feira (8), o atacante Cristian Pavón elogiou a torcida do Atlético, disse que está feliz com a oportunidade de jogar no Brasil e explicou suas características em campo. O argentino de 26 anos estava livre no mercado depois do término do contrato com o Boca Juniors, que se encerrou em 30 de junho, e assinou com o time alvinegro até junho de 2025.
"Estou seis meses sem jogar, estou treinando e me sinto muito bem. Quero poder voltar a jogar o mais rápido possível, tomara que seja logo. Estou muito contente aqui no Galo", disse. "Vou tratar de fazer o melhor com esta camisa, tratar de deixar tudo em campo nas partidas nas quais jogar, e estarei contente quando começar a atuar".

Em 2021, Pavón disputou 36 jogos pelo Boca Juniors, marcou quatro gols e deu cinco assistências. Nesta temporada, foi 'escanteado' pelo clube argentino, que já sabia de sua saída para o Atlético, e não entrou em campo. O atacante tem seis jogos de suspensão a cumprir na Copa Libertadores. O Galo tenta recorrer para contar com o atleta na principal competição continental.

Na coletiva, o argentino falou sobre as suas características em campo. "Jogo muito pela esquerda e me sinto muito cômodo. No Boca, também joguei pela direita e me sinto cômodo de puxar para o meio com a bola, fazer uma assistência e tratar que meus companheiros façam gols, além do arremate cruzado. Me sinto cômodo dos dois lados e não tenho nenhum problema com isso", acrescentou.

Elogios à torcida


Cristian Pavón disse que foi ao Mineirão acompanhar um jogo do Atlético e elogiou a torcida. "Outro dia fui ao jogo e vi de fora, fui torcer pela equipe. Fiquei muito nervoso. Os torcedores apoiam muito, estão a todo tempo apoiando, não param um minuto. E isso me deixa com muito mais gana de querer jogar e fazer o melhor pelo Galo", disse.

Seleção Argentina


O atacante disse que fará o melhor pelo Galo para voltar à Seleção. "Primeiro, tratarei de fazer o melhor no Galo e demonstrar em cada partida o que sei fazer. E, em relação à seleção, sempre sonho com a seleção e poder dar o meu melhor ao meu país. Estou contente e tratarei fazer o melhor para chegar à Seleção Argentina". 

Futebol brasileiro

Para Pavón, o futebol no Brasil é muito competitivo. "Enfrentei muitas vezes os clubes do Brasil, todos jogam muito bem, são muito competitivos, já enfrentei situações que eram muito difíceis contra eles, e hoje em dia todos estão onde estão e passaram de fase na Copa Libertadores. Isso me motivou muito a vir para cá e, agora, é tratar de jogar e deixar tudo em campo".

Compartilhe