UAI

2

Atlético x Flamengo: Hulk fala em ir ao Rio com humildade e 'jogo especial'

Galo e Fla voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, pelo jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil

11/07/2022 11:57 / atualizado em 11/07/2022 19:15
compartilhe
Hulk disputou 31 jogos nesta temporada, com 23 gols e cinco assistências
foto: Pedro Souza/Atlético

Hulk disputou 31 jogos nesta temporada, com 23 gols e cinco assistências

Um dos maiores clássicos interestaduais do Brasil, Atlético e Flamengo voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, pelo jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Destaque alvinegro, o atacante Hulk pregou humildade e disse que será um duelo especial.

Duelos entre mineiros e cariocas na Copa do Brasil


"Desde o primeiro jogo que eu joguei com esta camisa aqui esta sendo especial. Me sinto muito em casa, vou ser grato para o resto da minha vida pela forma como a minha família foi recebida por toda massa, por tada família do Atlético. Vai ser especial, jogo importante e agora é focar no jogo de quarta-feira para que a gente volte com a classificação", disse o atacante.

Hulk destacou que tenta focar na preparação para o jogo e prefere não acompanhar as brigas de bastidores entre os dirigentes dos dois clubes. O atacante afirmou que o Galo vai com humildade ao Rio de Janeiro em busca da vaga. No jogo de ida, o time mineiro venceu por 2 a 1, no Mineirão.



"Procuro não olhar tanto o que rola nos bastidores, procuro mais focar para estar bem física e tecnicamente, focado 100%, creio que meus companheiros estão assim. Desde o ano passado, quando fomos premiados com títulos importantes, os jogadores mantiveram os pés no chão, ninguém é de ficar fazendo graça nas redes sociais até porque jogo se ganha dentro de campo. Vamos humildemente para tentar voltar com a classificação", afirmou.

Bastidores agitados


Nesta segunda-feira, o vice-presidente Geral e Jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, já agitou os bastidores ao dizer que a estratégia do Atlético de pressionar e reclamar da arbitragem é "antiética e vergonhosa". Dunshee afirmou que este tipo de comportamento "destrói o futebol e o leva aos níveis mais rasteiros".

"Os dirigentes do Atlético Mineiro estão usando uma estratégia totalmente antiética e vergonhosa para preparar seus jogos e pressionar a arbitragem. Espero que a CBF esteja vendo o que está sendo feito. Esse tipo de conduta destrói o futebol e o leva aos níveis mais rasteiros", disse o dirigente do Flamengo.
 
No último dia 29, o Atlético anexou ameaças nas redes sociais para embasar o pedido de reforço na segurança da delegação no Rio de Janeiro. No jogo de ida, Hulk fez um golaço no primeiro tempo e fez jogada espetacular com assistência para Ademir ampliar o placar na etapa final. Lázaro marcou para o Rubro-Negro. O Galo pode até empatar o jogo de volta que se classificará às quartas de final. 

Após a partida, o atacante Gabigol soltou uma frase que muitos interpretaram como incitação à violência. Ele disse os mineiros vão sofrer com a pressão no Maracanã no duelo da volta. No Mineirão, a torcida alvinegra esgotou os ingressos para a partida. "Quando eles forem lá (no Maracanã) vão conhecer o que é pressão e inferno", declarou. Depois, ele pediu desculpas e disse que não teve a intenção de deixar os ânimos mais exaltados.

Fotos da torcida do Atlético no jogo contra o São Paulo, no Mineirão



Compartilhe