UAI

2

Galo: Everson defende Turco e diz que atuação contra Fla assustou o grupo

Goleiro do Atlético argumentou que o time continua vivo em duas competições e disse que em todo ano o Galo perdeu apenas cinco vezes

15/07/2022 09:32 / atualizado em 15/07/2022 14:06
compartilhe
Everson disse que o grupo ficou assustado com atuação do Galo no Rio de Janeiro
foto: Pedro Souza/Atlético

Everson disse que o grupo ficou assustado com atuação do Galo no Rio de Janeiro

Único destaque na derrota do Atlético para o Flamengo, por 2 a 0, no Maracanã, o goleiro Everson saiu em defesa do trabalho do técnico Antonio Mohamed. O experiente jogador de 31 anos admitiu que a atuação no Rio de Janeiro assustou os próprios atletas do grupo, mas dividiu a responsabilidade. Ele argumentou que o time continua vivo em duas competições e disse que em todo ano o Galo perdeu apenas cinco vezes.


"O professor Turco é um grande treinador, uma grande pessoa, todos aqui do elenco gostamos dele não só como treinador, mas como pessoa. Infelizmente a gente trabalha no futebol brasileiro e a gente sabe como é. A gente vem de cinco derrotas no ano, que é um número muito baixo", destacou o goleiro.

Ele acredita que o Atlético está faszendo uma boa temporada. Hoje, a gente está brigando pela liderança do Campeonato Brasileiro, estamos nas quartas de final da Libertadores contra um grande adversário, estamos tendo um bom ano. Mas, infelizmente, dentro das cinco derrotas no ano teve a eliminação da Copa do Brasil. E a gente sabe que começa alguns questionamentos de fora para dentro, principalmente no treinador", disse Everson.

Memes da eliminação do Atlético para o Flamengo na Copa do Brasil


"Cabe a nós continuar trabalhando com foco, sabemos que ficamos abaixo naquele jogo contra o Flamengo, conversamos, agora é juntar os cacos para que possamos fazer uma retomada como foi no ano passado, quando a gente foi eliminado para o Palmeiras da Copa Libertadores pelo critério do desempate, voltamos fortalecidos e conquistamos o Brasileiro e a Copa do Brasil", acrescentou.

Atuação contra o Flamengo assustou


Everson chegou a afirmar que a atuação contra o Flamengo assustou os próprios jogadores do elenco. "Nossa equipe foi muito abaixo, foi algo que nos assustou bastante, infelizmente fomos muito abaixo."

Ele lamentou que o Atlético não tenha aproveitado a vantagem obtida no duelo de ida, no Mineirão: "Dentro desses dois jogos do mata-mata, no primeiro fomos muito bem, poderíamos ter liquidado o jogo quando estava 2 a 0, poderíamos ter feito o terceiro gol, acabamos tomando um e a gente foi muito abaixo, tanto que a gente não finalizou na meta da equipe do Flamengo. E, numa noite ruim, fomos eliminados. Dentro das cinco derrotas no ano, foi a mais dolorida".



Questionado sobre os motivos da pressão da torcida do Atlético sobre o trabalho do técnico Antonio Mohamed, Everson respondeu: "Às vezes, é difícil entender, porque fomos eliminados nas oitavas de final por uma grande equipe. Neste confronto, eram os dois favoritos, e a gente foi eliminado".

Para o camisa 1 alvinegro, todos no grupo alvinegro precisam assumir a responsabilidade: "Tivemos cinco derrotas e, infelizmente, vem muita coisa de fora para dentro, uma pressão muito grande no trabalho do professor. Cabe a nós jogadores trabalharmos e assumirmos a responsabilidade com ele, para que o peso das críticas seja um pouco menor para o professor. E trabalhar para dar um respaldo para ele dentro de campo, que com certeza a gente consegue minimizar esta tempestade".



Compartilhe