Botafogo

CAMPEONATO BRASILEIRO

Atlético reencontra Botafogo fora de casa e tenta fazer as pazes com a vitória no Brasileiro

Galo quer voltar a se aproximar do pelotão de elite

postado em 08/09/2019 06:30 / atualizado em 07/09/2019 20:19

<i>(Foto: Bruno Cantini / Atletico)</i>
Vindo de três derrotas por 1 a 0 no Brasileiro, que fizeram o time despencar para o oitavo lugar, o Atlético volta ao Nilton Santos (Engenhão) para enfrentar o Botafogo neste domingo, às 16h, tentando repetir uma façanha que ajudou o time a superar outro momento difícil neste segundo semestre. Em 24 de julho, uma semana depois de amargar eliminação na Copa do Brasil para o Cruzeiro, o time atleticano foi ao Rio e conseguiu um triunfo por 1 a 0 sobre o alvinegro carioca, abrindo caminho para a classificação na Copa Sul-Americana.

Agora, os dois voltam a se enfrentar no Nilton Santos com o Galo precisando da vitória para reencontrar seu melhor futebol. Naquela ocasião, o autor do gol foi Vinícius, que marcou também no jogo de volta (2 a 0, no Independência), mas que já não balança as redes há cinco partidas. O último gol do Galo pelo Brasileiro vai completar um mês: o de Ricardo Oliveira aos 6min do segundo tempo da vitória sobre o Fluminense por 2 a 1, no Horto, em 10 de agosto. Desde então, perdeu para Athletico-PR, Bahia e Corinthians, todos por 1 a 0.

O técnico Rodrigo Santana minimizou a sequência de derrotas. Neste período, o Galo avançou na Sul-Americana com vitórias sobre o colombiano La Equidad e chegou a usar uma formação inteiramente reserva diante do Bahia. 

“Nos últimos sete jogos, a gente vem de quatro vitórias e três derrotas, intercalando vitória, derrota, vitória, derrota. Só que muita gente fica: ‘olha, três derrotas, três derrotas’”, comentou Rodrigo.  “Sendo que a gente foi com time misto para jogar em Curitiba contra o Athletico. Jogamos aqui (no Horto) com equipe alternativa e acredito que fomos superiores ao Bahia, mas, infelizmente, não conseguimos fazer o gol. Um jogo em que fomos muito iguais ao Corinthians, na casa deles, infelizmente, no finalzinho acabamos cedendo e tomando o gol”, justificou.



O centroavante Ricardo Oliveira treinou neste sábado, na Cidade do Galo, e está confirmado para a partida. Ele ficou fora do treino de sexta devido a um torcicolo. 

Outro jogador poupado sexta-feira foi Fábio Santos, com amigdalite, mas ele participou das atividades de sábado.

Atlético está na oitava colocação, com 27 pontos, quatro a mais que o Botafogo, que ocupa o 10º lugar. Os desfalques certos do Atlético são os jogadores cedidos para amistosos: o goleiro Cleiton e o lateral-direito Guga estão com a Seleção Brasileira Sub-23. Ramón Martínez foi convocado para o Paraguai, e Otero, para a Venezuela.

Novidade na meta

A partida deste domingo, no Nilton Santos, marca a estreia do goleiro Wilson, emprestado pelo Coritiba e apresentado durante a semana. Ele foi contratado de última hora para suprir a ausência de Cleiton e de Victor, com tendinite no joelho esquerdo, e ainda as contusões graves dos também goleiros Uilson e Michael.

Botafogo desfalcado

O alvinegro carioca terá desfalques na defesa: o goleiro Gatito está servindo à Seleção Paraguaia, e o zagueiro Gabriel não pode jogar por pertencer ao Atlético. O experiente Diego Cavalieri fica no gol, enquanto Marcelo forma a zaga com Joel Carli. 

Outra ausência é Rodrigo Pimpão, machucado. O time está há três rodadas sem vencer (duas derrotas e um empate) e enfrenta insatisfação dos jogadores, que fizeram protesto público contra atraso de salários.

Botafogo x Atlético

Botafogo
Diego Cavalieri; Fernando, Carli, Marcelo e Gilson; Cícero, João Paulo e Alex Santana; Marcinho, Luiz Fernando e Diego Souza. Técnico:  Eduardo Barroca

Atlético
Wilson; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair e Elias; Chará, Vinícius e Cazares; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana.

Motivo: 18ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data/horário: Domingo, dia 8, às 16h
Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro
Árbitro: Braulio da Silva Machado ((Fifa/SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
Árbitro de vídeo:  Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes do VAR: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB) e Carlos Berkenbrock (SC) 

Tags: atleticomg botafogorj seriea brasileiro