Botafogo

BOTAFOGO

Gabriel defende grupo do Botafogo após críticas do ex-presidente em áudio vazado

Zagueiro evita polêmica, exalta jogadores e pede foco no Palmeiras

postado em 10/10/2019 19:56

<i>(Foto: Vitor Silva/Botafogo)</i>
O zagueiro Gabriel saiu em defesa do elenco do Botafogo, nesta quinta-feira, após as críticas feitas pelo ex-presidente Carlos Augusto Montenegro. Ao mesmo tempo, o jogador respeitou a opinião do dirigente de que "não gostaria de ter ninguém deste grupo em 2020" e pediu concentração da equipe para o jogo com o Palmeiras, sábado, no Pacaembu, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Não escutei o áudio, mas já vi o comentário de todo mundo. Respeitamos as opiniões dele. Cada um tem sua opinião, sua ideia Mas aqui tem um grupo de jogadores profissionais, que se dedicam bastante, correm bastante. O tanto que o João Paulo e o Pimpão correram na quarta-feira foi um absurdo. Demos a vida em campo. Tentamos deixar isso de lado e focar nesse momento maravilhoso que tivemos, para dar sequência e continuidade", afirmou o zagueiro.

No áudio, Montenegro, que foi presidente do clube na conquista do Campeonato Brasileiro de 1995, também criticou nominalmente Rodrigo Pimpão, Leo Valência, além de revelar negociação para a vinda do técnico Alberto Valentim até o fim do ano.

"A confiança que o Valencia e o Pimpão têm vai continuar sendo a mesma. Nesta quinta-feira, o Leo entrou e ajudou a equipe. O Pimpão correu um absurdo, sentiu cãibra nas duas pernas. A gente tem que valorizar isso, o que foi feito de bom. Essas coisas extracampo tem que deixar de lado. Com toda a dificuldade do clube, ninguém nunca deixou de jogar, de ir a um treino sequer. Prefiro valorizar a vitória e todos os jogadores", afirmou o defensor, que ratificou uma reunião do elenco com Montenegro. "Tivemos, sim. Antes do almoço, com todos os jogadores, o técnico e a comissão. Ele pediu empenho e dedicação. Foi uma reunião muito tranquila muito sadia."

Gabriel também comentou a possibilidade de Alberto Valentim assumir a vaga no comando do time, no lugar do demitido Eduardo Barroca. "Não trabalhei com ele ainda. Mas todos os jogadores falam bem dele, que é bem atualizado, tem vários conceitos muito legais de jogo. Joguei contra ele na Taça Rio, contra o Vasco, e era um time muito bem treinado, com várias jogadas ensaiadas. Se ele realmente vier, vai ser muito bem."

O zagueiro também analisou o Palmeiras, rival do fim de semana. "Sabemos da dificuldade que é jogar contra o Palmeiras. Em São Paulo é ainda mais difícil. O Palmeiras tem um elenco gigantesco, super qualificado, um treinador experiente, que sabe jogar o jogo. Vamos trabalhar com muita seriedade. Sabemos que é muito difícil, mas somos capazes de chegar lá e conseguir um bom resultado."

O Botafogo é o 12º colocado no Brasileiro, com 30 pontos. A vitória sobre o Goiás foi a nona da equipe na competição. O time ainda empatou três vezes e perdeu outras 12.

Tags: zagueiro gabriel botafogo seriea