Botafogo

BOTAFOGO

Botafogo mergulha em crise após eliminação da Copa do Brasil

Sem treinador desde a semana passada, tentava o acerto com César Farías, da seleção boliviana, mas ele não foi liberado pela federação do país vizinho

postado em 04/11/2020 13:07 / atualizado em 04/11/2020 16:41

O Botafogo acumula problemas dentro e fora de campo e a cada dia a situação piora ainda mais. Sem técnico, sem dinheiro e próximo da zona do rebaixamento no Brasileirão, nesta terça-feira, o Alvinegro teve duas grandes decepções.

Sem treinador desde a semana passada, tentava o acerto com César Farías, da seleção boliviana, mas ele não foi liberado pela federação do país vizinho.

Em seguida, veio a eliminação da Copa do Brasil com o empate em 0 a 0 na Arena Pantanal diante do Cuiabá. No jogo de ida na semana passada, a derrota por 1 a 0 precipitou a demissão de Bruno Lazaroni.

Mergulhado em profunda crise financeira e sem dinheiro para investir no futebol, o Botafogo reformulou seu elenco para 2020. Alguns medalhões foram negociados ou dispensados e vários jogadores contratados. A maioria, porém composta por atletas desconhecidos e que vieram sem custo para o clube.

O ano começou com decepção no Campeonato Carioca. O time não se classificou para as fases finais nos dois turnos do Estadual. Na Copa do Brasil, passou por Paraná e Vasco depois da paralisação do futebol, mas acabou esbarrando no Cuiabá nas oitavas.

Este é o terceiro ano seguido que o Botafogo é eliminado do mata-mata nacional por uma equipe de fora da Série A. Em 2018 caiu contra o Aparecidense, da quarta divisão, logo na primeira fase. No ano passado, o Juventude, então na Série C, eliminou o Fogão na terceira fase.

No clima tenso após a partida, Rafael Forster postou uma resposta agressiva a um torcedor que criticava a equipe. O  zagueiro citou o fato de haverem jogadores no elenco com parte dos salários atrasados desde junho.

De volta ao Rio de Janeiro, o elenco passa a focar no compromisso contra o Bahia. O duelo contra o concorrente direto contra a degola no Brasileiro será no domingo, em Salvador. Sem definição quanto a contratação de um novo técnico, o preparador de goleiros Flávio Tenius deve continuar comandando a equipe.

"Não sei se continuarei à frente da equipe. Fui requisitado para ajudar nessas duas partidas (Ceará e Cuiabá). Ninguém me falou nada. Agora é esfriar a cabeça agora e amanhã pensar na frente, porque a vida não para", disse Tenius ainda em Cuiabá.

"Nenhuma troca de treinador é benéfica, porque você muda a maneira de jogar. Sempre precisa de tempo para adaptação, treinamento. Hoje foi muito mais no papo do que no treinamento", completou.

Sem muitas opções de treinadores com o perfil desejado pela diretoria, experiência, baixo custo e para contrato curto, a procura por um profissional continua.

Tags: copadobrasil serie a futnacional botafogorj