UAI


Corinthians tem data de jogo alterada e poderá ter casa cheia contra Chape

De acordo com as medidas de segurança do governo de São Paulo, os clubes poderão ter 100% da capacidade dos estádios a partir de 1º de novembro

16/10/2021 18:32
compartilhe
Torcida do Corinthians poderá lotar a Neo Química Arena contra a Chapecoense
foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Torcida do Corinthians poderá lotar a Neo Química Arena contra a Chapecoense


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aprovou, neste sábado, o pedido do Corinthians de transferir a partida contra a Chapecoense, que seria jogada em 31 de outubro, para o dia 1º de novembro. Como o confronto vai acontecer na Neo Química Arena, em São Paulo, a decisão da entidade dá ao Corinthians o direito de ter casa cheia no jogo contra o lanterna do Campeonato Brasileiro, válido pela 29ª rodada da competição.
As medidas de segurança impostas pelo governo de São Paulo determinam que os clubes paulistas só podem vender 100% dos ingressos correspondentes à capacidade do estádio a partir do primeiro dia de novembro. Isso significa que, se a partida entre Corinthians e Chape continuasse no domingo, 31, o clube alvinegro só poderia abrir para o público 50% da capacidade total da Neo Química Arena, que comporta 47 mil pessoas ao todo

Além disso, não fosse a autorização da CBF, o reencontro do time com as arquibancadas lotadas só aconteceria mais tarde, em 6 de novembro, no jogo contra o Fortaleza.

Voltar a ter o estádio cheio pode ajudar o Corinthians a aliviar as contas do clube, que se encontra com uma dívida de quase R$ 1 bilhão. A receita dos ingressos ficou enxugada por conta da pandemia da covid-19, que inviabilizou a presença da torcida nas arquibancadas por mais um ano.

Em um balanço divulgado pela diretoria corintiana referente aos primeiros oito meses do ano, o Corinthians teve um superávit de R$ 1,8 milhão, mas está longe de dizer que está com a vida financeira tranquila. Além do balanço não contabilizar os gastos com as contratações de Willian e Roger Guedes, o time também tem sofrido com impostos atrasados e dificuldade para depositar o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) dos funcionários do clube, que estão sem receber há dois anos.

Atualmente com 40 pontos, o Corinthians ocupa a sexta posição na tabela junto com o Palmeiras, que tem um jogo a menos. Até o confronto contra a Chapecoense, a equipe de Sylvinho tem o clássico contra o São Paulo, na próxima segunda-feira, e o Internacional, fora de casa, no dia 24 de outubro.

A Chapecoense, última na tabela, enfrenta o Fortaleza na Arena Condá neste sábado, e visita o Bahia, no dia 24 de outubro, na rodada que antecede o confronto contra o Corinthians.

Compartilhe