UAI

2

Corinthians ganha concorrência de clubes da Série A por Pedrinho

Há concorrência de pelo menos quatro equipes, sendo quatro delas europeias e oito brasileiras

02/03/2022 19:19
compartilhe

Corinthians estuda repatriar o meia Pedrinho, que pertence ao Shakhtar Donetsk
foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Corinthians estuda repatriar o meia Pedrinho, que pertence ao Shakhtar Donetsk

 

O Corinthians está interessado em repatriar o meio-campista Pedrinho, do Shakhtar Donetsk, recém-chegado ao Brasil após momentos de terror vividos na Ucrânia com a invasão russa.

 

 

 

 

 

Porém, há concorrência de pelo menos 12 clubes, sendo quatro deles europeus e oito brasileiros.

 

Entre eles, a Gazeta Esportiva apurou que estariam Palmeiras e São Paulo. As diretorias dos dois clubes arquirrivais do Corinthians já se movimentam e procuram informações com o estafe do jogador com a finalidade de abrir negociações.

 

Portanto, o alvinegro deve ter a concorrência de seus principais rivais se quiser ficar com Pedrinho.

 

A preferência dele seria, sim, o alvinegro. Filho do Terrão, ele saiu do clube em 2020 para o Benfica, onde ficou até 2021. Depois, foi para a Ucrânia. No momento, ele está em Maceió com a família, muito abalado pelo que aconteceu.

 

O volante Maycon, do mesmo clube ucraniano, teria sido procurado pelo Corinthians no mesmo momento.

 

O presidente Duilio Monteiro Alves, inclusive, está em contato com os estafes e as famílias dos jogadores desde antes da chegada ao Brasil, até para tentar ajudá-los.

 

Porém, não há como dar os próximos passos sem uma resposta da Fifa em relação ao que poderá ser feito nesse momento - se haverá liberação dos atletas, qual será o tipo de contrato, se haverá pagamento de multa etc. A entidade deve responder em até dez dias.

 

Outro ponto a que a Fifa deverá se posicionar é a janela de transferências. Atualmente, a janela brasileira está aberta e os jogadores podem ser inscritos, porém, na maioria dos campeonatos mundiais, a janela está fechada. Isso favorece o mercado nacional.

 

A ideia, enquanto não há um posicionamento da Fifa, é já manter alinhado com os jogadores disponíveis para, com desfecho revelado, eles conseguirem se manter em atividade nos clubes. Não há nada acertado.

 

Além de Pedrinho e Maycon, outros brasileiros já voltaram da Ucrânia, são eles Dodô, Fernando, Marlon e o preparador físico Luciano Rosa. 


Compartilhe