UAI


Coritiba vence o Londrina na Série B em jogo com protestos antirracistas

Partida foi marcada por ato em apoio a Celsinho, do Tubarão

02/09/2021 00:01
compartilhe
Jogadores se ajoelham no gramado e erguem o punho direito em ato contra o racismo
foto: Coritiba/Divulgação

Jogadores se ajoelham no gramado e erguem o punho direito em ato contra o racismo


Após ficar duas vezes atrás no placar, o Coritiba mostrou sua força e venceu o Londrina na noite desta quarta-feira, de virada, por 3 a 2, no Estádio do Café, em Londrina (PE), pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

A vitória mantém o Coritiba na liderança, agora com 42 pontos. Dois pontos a mais que o CRB, vice-líder que chegou a assumir a ponta provisoriamente nesta quarta-feira, já que venceu mais cedo o Confiança, por 2 a 1, no Sergipe. Já o Londrina ficou com os mesmos 21 pontos e em 17º lugar - é o primeiro na zona de rebaixamento.

O Londrina volta a campo no sábado, dia 11, para enfrentar o Botafogo, às 16h30, no Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). Enquanto o Coitiba jogará na próxima terça-feira diante do Brusque, às 19h, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

O JOGO

A partida foi marcada pelo protesto dos dois times contra os atos racistas sofridos pelo meia Celsinho, do Londrina, principalmente na última rodada do campeonato, quando foi xingado de "macaco" por um funcionário do Brusque que estava nas arquibancadas. Os atletas se ajoelharam no meio do campo antes de a bola rolar.

Com a possibilidade de deixar a zona de rebaixamento, o Londrina não se intimidou diante do Coritiba e abriu o placar logo aos quatro minutos, quando Matheus Bianqui cobrou lateral na área e Marcelinho aproveitou bate rebate para apenas completar para as redes.

A desvantagem não abalou o Coritiba, que pouco tempo depois deixou o placar novamente empatado. Aos 15, Matheus Sales arriscou chute forte de fora da área, o goleiro César falhou e viu a bola para dentro do gol.

A partida seguiu equilibrada e com o Coritiba mais incisivo no ataque. Mas foi o Londrina que voltou a marcar. Aos 27 minutos, Matheus Bianqui cruzou na área, Celsinho apareceu por trás da defesa e cabeceou com categoria no canto esquerdo do experiente Wilson.

Coritiba mostrou força e reagiu para somar mais três pontos e manter a liderança
foto: Coritiba/Divulgação

Coritiba mostrou força e reagiu para somar mais três pontos e manter a liderança



Antes do intervalo, porém, o Coritina mostrou o porque aparece nas primeiras posições da Série B. Aos 45, Natanael cruzou e Waguininho cabeceou. O goleiro César até defendeu, mas a bola já havia ultrapassado a linha do gol, decretando novamente o empate da partida.

No segundo tempo a partida continuou bastante movimentada e com os dois times no ataque. Logo aos três, Marcelinho avançou pelo meio e chutou forte para boa defesa de Wilson. O Coritiba respondeu aos 19, quando Igor Paixão tabelou com Robinho e finalizou na saída do goleiro César. Saimon tentou cortar e quase mandou contra o próprio gol.

Insistente, o Coritiba aproveitou falha do sistema defensivo do Londrina para fazer o terceiro e ficar pela primeira vez na frente do placar. Aos 33, Robinho cobrou falta, Henrique desviou de cabeça e Luciano Castán completou para o gol.

A vantagem deixou o Coritiba confortável em campo, enquanto o Londrina foi para o tudo ou nada em busca do empate, mas sem sucesso.

LONDRINA 2 x 3 CORITIBA


LONDRINA
César; Matheus Bianqui (Marcão), Saimon, Lucas Costa e Felipe; Tárik, Jhonny Lucas, Lucas Lourenço (Júnior Pirambu) e Celsinho (Gegê); Marcelinho (Caprini) e Salatiel (Alan Pinheiro)
Técnico: Márcio Fernandes

CORITIBA
Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; William Farias, Matheus Sales (Gustavo Bochecha) e Robinho (Valdeci); Waguininho, Léo Gamalho e Igor Paixão (Wellington Carvalho)
Técnico: Gustavo Morínigo

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data: quarta-feira, 01 de setembro
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO) 
GOLS: Marcelinho, aos 4; Matheus Sales, aos 15; Celsinho, aos 27, Waguininho, aos 45min do 1ºT; Luciano Castán, aos 33min do 2ºT
Cartões amarelos: Matheus Bianqui, Tárik e Gegê (Londrina); Natanael, Matheus Sales e Igor Paixão (Coritiba)

Compartilhe