UAI

2

Coritiba faz três gols em 11min e fica a uma vitória do acesso na Série B

Coxa bate Operário em casa e pode garantir volta à elite no sábado

03/11/2021 21:17
compartilhe
Coritiba liquidou fatura em 11min e está a um triunfo de voltar à Série A em 2022
foto: Coritiba/Divulgação

Coritiba liquidou fatura em 11min e está a um triunfo de voltar à Série A em 2022

 
O Coritiba precisou de apenas 11 minutos para marcar três gols e garantir a vitória por 3 a 1 sobre o Operário na noite desta quarta-feira, no Couto Pereira, pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Luciano Castán, Waguininho e Léo Gamalho fizeram os gols do líder, enquanto Felipe Garcia descontou para os visitantes.

O resultado manteve o time na liderança com 61 pontos, dez a mais do que o quinto colocado e a uma vitória do acesso. O rival, por sua vez, ocupa a 12ª colocação com 41 pontos, a três da zona de rebaixamento.

Na 34ª rodada, o Coritiba visitará o Náutico nos Aflitos, em Recife, no sábado, às 16h. No mesmo dia, mas às 18h30, o Operário receberá o Goiás no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa.

O JOGO

Coritiba e Operário fizeram um primeiro tempo movimentado, de chances, mas sem gols. Os visitantes assustaram logo na primeira volta do relógio em chute rasteiro de Thomaz que passou perto. Aos 5 minutos, Rafael Longuine bateu falta direto e exigiu boa defesa de Wilson.

O Coritiba respondeu apenas aos 10. Natanael cruzou, Igor Paixão fez o pivô e Rafinha encheu o pé. A bola passou perto. Três minutos depois, Leandro Vilela tentou da intermediária e a bola tirou tinta da trave do Coritiba.

Aos 29 minutos, Igor Paixão bateu falta de longe e Thiago Braga precisou se esticar todo para evitar o gol dos mandantes. O Coritiba chegou a marcar com Henrique, mas a arbitragem assinalou impedimento. O lance foi revisado e o VAR confirmou a marcação e anulou o gol. Antes do intervalo, Igor Paixão mandou uma bomba e Thiago Braga espalmou.

No segundo tempo, o Coritiba matou o jogo em 11 minutos. A sequência de gols começou com a cabeçada de Luciano Castán após escanteio batido por Igor Paixão. A bola tocou na trave, mas entrou, aos 2 minutos. Logo depois, aos 6, Léo Gamalho recebeu de Rafinha e achou Waguininho, que bateu cruzado para fazer 2 a 0.

O Coritiba queria mais e ampliou aos 11. Waguininho retribuiu o presente e tocou para Léo Gamalho bater cruzado e ampliar para o líder. O Operário acordou e diminuiu aos 18 minutos. Thomaz cruzou, Paulo Sérgio desviou e Felipe Garcia fez de cabeça, no contrapé de Wilson.

CORITIBA 3 x 1 OPERÁRIO


CORITIBA
Wilson; Natanael (Matheus Alexandre), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Matheus Sales (Gustavo Bochecha) e Waguininho (Guilherme Azevedo); Rafinha (Robinho), Léo Gamalho e Igor Paixão (João Vitor)
Técnico: Gustavo Morínigo

OPERÁRIO
Thiago Braga; Lucas Mendes, Fábio Alemão, Reniê e Odivan (Guedes); Leandro Vilela (Rafael Chorão), Marcelo e Rafael Longuine (Rodrigo Pimpão); Felipe Garcia (Alan), Paulo Sérgio (Gustavo Coutinho) e Thomaz
Técnico: Ricardo Catalã

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: quarta-feira, 3 de novembro
Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI) 
GOLS: Luciano Castán, aos 2, Waguininho, aos 6, Léo Gamalho, aos 11, e Felipe Garcia, aos 18min do 2ºT
Cartões amarelos: Natanael, Waguininho (CORITIBA); Felipe Garcia, Leandro Vilela, Rodrigo Pimpão (OPERÁRIO)

Compartilhe