Criciúma

AMÉRICA

América tentará repetir feito conquistado por apenas três clubes na Copa do Brasil

Time mineiro pode se tornar o quarto do país a conquistar a Copa do Brasil na mesma temporada em que disputa a Série B

postado em 13/11/2020 06:00 / atualizado em 13/11/2020 00:12

(Foto: Estevão Germano/América)
Com atuações convincentes diante de Corinthians e Internacional, o América, ainda que como franco-atirador, tem condições de sonhar alto na Copa do Brasil. Nesta temporada, o clube mineiro terá a oportunidade de repetir um feito realizado por apenas três equipes do país: Criciúma (1991), Santo André (2004) e Paulista (2005) foram campeões do principal torneio nacional no formato de mata-mata enquanto disputavam a Série B. Confira, na sequência desta matéria, como foram as campanhas:

Criciúma-SC - 1991

(Foto: Divulgação/Criciúma)

Comandado por Felipão, atual treinador do Cruzeiro, o Criciúma fez história em 1991. Invicta, a equipe de Santa Catarina superou o Ubiratan-MS na primeira fase; o Atlético, nas oitavas; o Goiás, nas quartas; o Remo, na semifinal e, por fim, impediu o bicampeonato do Grêmio na grande decisão (com um empate em 1 a 1 no Olímpico, em Porto Alegre, e novo empate em 0 a 0 no Heriberto Hülse, em Criciúma). Na histórica campanha, o Tigre venceu seis das dez partidas que disputou, sofrendo apenas três gols.

Apesar disso, na mesma temporada, ainda no antigo formato da Série B, o Criciúma somou apenas cinco vitórias em 14 jogos e sequer passou da fase de grupos na competição. À época, somente os finalistas conquistavam o acesso.

Santo André-SP - 2004

(Foto: Divulgação/Santo André)

Em 2004, o Santo André desbancou Novo Horizonte e Atlético nas duas primeiras fases da Copa do Brasil. Na sequência, eliminou o Guarani, nas oitavas; o Palmeiras (com direito a empates por 3 a 3 e 4 a 4), nas quartas; o XV de Novembro, na semifinal e, na grande decisão, após um empate por 2 a 2 no ABC paulista, silenciou 72 mil espectadores no Maracanã ao vencer o Flamengo por 2 a 0.

Naquele ano, o Santo André amargou uma punição de 12 pontos por escalações irregulares e fez uma campanha ruim na Série B. A equipe paulista terminou a competição na 14ª posição, sendo eliminada ainda na fase inicial do torneio.

Paulista-SP - 2005

(Foto: Divulgação/Agência O Globo)

Com duas figuras históricas do Atlético em seu elenco (o goleiro Victor e o zagueiro Réver), o Paulista de Jundiaí superou o Fluminense na grande decisão e se tornou o terceiro clube a ser campeão da Copa do Brasil na mesma temporada em que disputava a Série B. 

Após eliminar Juventude e Botafogo nas duas primeiras fases da competição, o Galo da Japi precisou passar por duas decisões por pênaltis para superar Internacional e Figueirense nas oitavas e nas quartas de final, respectivamente. Na semifinal, a equipe paulista protagonizou confrontos emocionantes contra o Cruzeiro (venceu por 3 a 1 no Jayme Cintra, em Jundiaí, e perdeu por 3 a 2 no Mineirão). Já na final, o Paulista bateu o tricolor carioca por 2 a 0 no jogo de ida e segurou um empate em 0 a 0 na volta, em São Januário.

No entanto, na segunda divisão de 2005, a equipe de Jundiaí conquistou apenas sete vitórias em 21 jogos, terminando a competição na 15ª posição, distante da zona de classificação para a segunda fase.

Objetivo inédito


Diante desse contexto, ainda há mais um grande feito na mira do América: o clube mineiro pode se tornar o primeiro da história a vencer a Copa do Brasil e conquistar o acesso numa mesma temporada. Atualmente, a equipe de Lisca ocupa a segunda posição da Série B do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos conquistados - cinco a mais que o Sampaio Corrêa, primeiro clube fora da zona de classificação para a Série A.

Próxima meta


Pensando a curto prazo, na próxima quarta-feira (18), o Coelho trabalha diante de uma meta mais factível: se tornar o primeiro clube da Série B a ser semifinalista da Copa do Brasil na década. O último clube a realizar tal façanha foi o Vasco, em 2009. De 2010 até os dias atuais, nenhuma equipe da segunda divisão nacional conseguiu realizar o feito. 

Na última quarta-feira (11), o América venceu o Inter por 1 a 0, em Porto Alegre, na partida de ida das quartas de final da competição. Assim como nos duelos contra o Corinthians, o Coelho demonstrou mais organização que o adversário e, com uma proposta reativa, abriu vantagem no confronto.

A partida da próxima semana será realizada às 21h30, no Independência. Com a vantagem no confronto, o América joga por um empate para se classificar às semifinais do torneio pela primeira vez em sua história. O Colorado, por sua vez, precisa vencer por um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis; ou triunfar por ao menos dois gols de vantagem para se classificar diretamente à próxima fase da competição.

Tags: serieb copadobrasil americamg interiormg internacionalrs criciumasc paulistasp santoandresp