Cruzeiro: Luxemburgo diz que cartão foi encomendado e dispara contra Gaciba

Treinador recebeu o terceiro amarelo e precisará cumprir suspensão contra o Avaí

13/10/2021 00:26 / atualizado em 13/10/2021 00:41
compartilhe
Luxemburgo detonou arbitragem do alagoano Denis da Silva Ribeiro
foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A. Press

Luxemburgo detonou arbitragem do alagoano Denis da Silva Ribeiro

Vanderlei Luxemburgo não ficou nada satisfeito com o trabalho do árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim no empate do Cruzeiro por 0 a 0 com o Botafogo, na noite desta terça-feira, no Independência.

Após o jogo, em entrevista coletiva, o treinador disparou contra o desempenho do alagoano e enviou críticas diretas ao presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Leonardo Gaciba.

"A gente lamenta que, para um grande jogo, (tinham enviado) um árbitro que não tem a qualidade para um grande jogo. Estou reclamando isso porque a gente está no futebol há muitos anos. O (Leonardo) Gaciba é um pouco corporativista e prepotente. Ele acha que os árbitros nunca erram (...) Ele sempre vai arrumar uma desculpa que os árbitros não erram", disse Luxemburgo.

No fim da partida, o técnico do Cruzeiro recebeu o cartão amarelo. Como foi o terceiro dele, Luxemburgo não poderá comandar a equipe no duelo diante do Avaí, na sexta-feira (22), na Ressacada, em Florianópolis.

Na mesma entrevista, o treinador disse que o cartão foi 'encomendado'. "A atuação do árbitro deixa muitas dúvidas no ar (...) O meu terceiro cartão amarelo eu fiquei surpreso. Foi uma baita de uma sacanagem que ele fez comigo. Não fiz nada que o ofendesse. Reclamar é do jogo (...) Eu acho que esse cartão foi encomendado para eu ficar fora do próximo jogo. Com certeza absoluta. Estou no futebol há muito tempo", analisou.

Além de Luxemburgo, o Cruzeiro perdeu o volante Adriano e o meia Giovanni. Titulares absolutos, eles também receberam o terceiro cartão amarelo no Horto e precisarão cumprir suspensão diante do Avaí. 

Leonardo Gaciba não foi encontrado pela reportagem para comentar as declarações de Vanderlei Luxemburgo. Em caso de manifestação do dirigente da CBF, a reportagem poderá ser atualizada a qualquer momento. 






Compartilhe