Greve no Cruzeiro: presidente promete falar sobre o tema nesta sexta-feira

Sérgio Rodrigues retornou a BH após viagem a Portugal, onde participou de um evento de gestão esportiva junto a treinadores, empresários e outros dirigentes

14/10/2021 17:05 / atualizado em 14/10/2021 20:22
compartilhe
Sérgio Rodrigues prometeu se manifestar sobre a greve no Cruzeiro
foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Sérgio Rodrigues prometeu se manifestar sobre a greve no Cruzeiro


O presidente do Cruzeiro , Sérgio Santos Rodrigues , prometeu falar nesta sexta-feira sobre a greve dos jogadores em virtude dos salários atrasados. Embora não tenha concedido entrevista, ele teve rápido contato com a imprensa durante o desembarque no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em declaração veiculada pelo GE , o dirigente ainda considerou a possibilidade de comparecer à Toca da Raposa II ainda nesta quinta-feira.

Sérgio passou os últimos quatro dias em Lisboa, capital de Portugal, onde participou de um evento organizado pelo diretor executivo do Avaí, Felipe Ximenes, no estádio da Luz, do Benfica. No encontro que contou com a presença de treinadores, empresários e dirigentes de vários clubes, o mandatário celeste deu palestra sobre “gestão moderna no futebol”.

Em vídeo difundido nas redes sociais, Sérgio Rodrigues rebateu críticas de torcedores ao fato de ele ter viajado a Portugal no momento em que o Cruzeiro atravessa grave crise financeira e praticamente não tem chances de acesso à elite do Campeonato Brasileiro - é o 11º colocado da Série B, com 39 pontos em 30 rodadas.

“É um desafio estar aqui neste momento do Cruzeiro porque, é claro que tem gente que vai falar disso, não falta quem critique sempre. Nossa, mas o Cruzeiro está na 10ª posição (na verdade, é o 11º) e o presidente está em Portugal. Como se isso fosse a pior das coisas e, por isso, que o Cruzeiro está na 10ª posição. As críticas a isso também não faltaram (...)”.

Os jogadores do elenco principal do Cruzeiro anunciaram a decisão de paralisar os treinamentos nessa quarta-feira. Os atletas do sub-20 também aderiram à greve. Eles tomaram a decisão em nome de todos os trabalhadores do clube em meio à “absoluta ausência de uma efetiva resposta quanto ao pagamento dos salários atrasados”.

O Cruzeiro volta a campo pela Série B na sexta-feira da próxima semana (22/10), às 21h30, contra o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 31ª rodada. Depois, o time encara Remo (casa), Vila Nova (casa), Londrina (fora), Brusque (casa), Vitória (fora), Sampaio Corrêa (fora) e Náutico (casa).


LEIA A ÍNTEGRA DA CARTA


Carta à Nação Azul

Nós, ATLETAS PROFISSIONAIS DO CRUZEIRO ESPORTE CLUBE, viemos por meio desta carta publicamente informar e esclarecer a todos e principalmente à Nação Cruzeirense, o que abaixo segue:

Confessamos que é desgastante e angustiante escrever essa carta para alcançarmos direitos. Em razão das insustentáveis condições, não iremos nos calar. Por esse motivo, estamos aqui para dar voz principalmente aos funcionários que têm sofrido com a atual situação.

Informamos que, diante dos reiterados atrasos salariais neste ano de 2021, chegamos ao ponto insustentável de termos até 06 (seis) meses de atrasos, o que demonstra a precária situação financeira a que estão expostos todos funcionários, que atualmente estão sendo socorridos pelo auxílio/ajuda financeira dos atletas profissionais para manutenção das necessidades básicas de sobrevivência.

Salientamos que a delicada situação é praticamente impensável para um clube da grandeza e tradição do Cruzeiro Esporte Clube. Até o presente momento, atletas e funcionários do Cruzeiro Esporte Clube (Toca I e Toca II) estão com os salários atrasados.

Entre o elenco profissional e funcionários com contrato de trabalho vigente há também pendências financeiras referentes ao ano de 2020.

Informamos que a presente Carta se fez necessária pela absoluta ausência de uma efetiva resposta quanto ao pagamento dos salários atrasados.

Ressaltamos que, apesar de todas as dificuldades financeiras impostas pela delicada situação, não faltou e nem faltará empenho para o cumprimento dos contratos de trabalho por atletas profissionais e funcionários, que jamais deixaram e/ou deixarão de honrar a tradicional Camisa deste gigantesco clube.

Informamos à gestão do Cruzeiro Esporte Clube que estaremos aguardando o cumprimento das obrigações no prazo mais breve possível, sendo lamentável ver o sofrimento dos colaboradores que dedicam seus dias a manter essa centenária e vitoriosa instituição.

Faremos a paralisação dos treinamentos em voz a todos os colaboradores que amam o Clube e estão desamparados.

Infelizmente, ficou intolerável e injustificável a forma como atletas e funcionários estão sendo geridos.

Não aceitaremos essa negligência que tem afetado famílias que dedicam seu tempo, seu suor, seu esforço para cuidar, zelar, servir essa instituição tão amada Cruzeiro Esporte Clube.

Avante Cruzeiro, Você é Gigante.

Belo Horizonte, 13 de outubro de 2021

Compartilhe