Em crise financeira, Cruzeiro recebe proposta para vender atacante Thiago

Em evolução sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, jogador de 20 anos é alvo de clube do Japão, que está disposto a investir mais de R$8 milhões

14/10/2021 19:00 / atualizado em 15/10/2021 17:03
compartilhe
Thiago marcou seis gols em 49 partidas pelo time principal
foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Thiago marcou seis gols em 49 partidas pelo time principal


Em crise financeira e com vários meses de salários atrasados, o Cruzeiro recebeu proposta para vender o atacante Thiago a um clube do Japão, que não teve o nome divulgado. A informação é do portal Deus Me Dibre .


Vale lembrar que o Cruzeiro detém 70% dos direitos de Thiago, adquiridos por R$600 mil ao Verê Futebol Clube, do Paraná, em fevereiro de 2020. A agremiação do Sul do país é proprietária dos 30% restantes.

Sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, o camisa 18 assumiu a titularidade na Série B do Campeonato Brasileiro em meio à ausência de Marcelo Moreno, frequentemente convocado à Seleção da Bolívia.

Com três gols e uma assistência em 18 partidas na Segunda Divisão, o centroavante de 1,90m de altura tem se destacado pela força física, movimentação, trabalho de pivô e participação na troca de passes.

Caso venda Thiago, o Cruzeiro levantará recursos para regularizar parte da sua folha de pagamento. Nessa quarta-feira, os atletas anunciaram paralisação nos treinamentos enquanto não houver uma solução concreta para o problema.

Na gestão do presidente Sérgio Rodrigues, o clube abriu mão de jovens para quitar remunerações, casos do atacante Caio Rosa, do Sharjah FC-EAU (R$3,4 milhões); e do zagueiro Cacá, do Tokushima Vortis-JAP (R$11,2 milhões).

A esperança mais viável para a recuperação da instituição é a transformação em Sociedade Anônima do Futebol em 2022. Enquanto isso não ocorre, o Cruzeiro deve recorrer a parceiros para amenizar as dificuldades econômicas.

Com 39 pontos em 30 rodadas na Série B, a Raposa tem 0,15% de chance de subir à elite do Brasileiro, de acordo com o Departamento de Matemática da UFMG . Por esse objetivo, terá de ganhar as oito partidas restantes, além de torcer por tropeços de outros clubes.

Compartilhe