UAI

2

'Inferno': Fla justifica frase de Gabigol no STJD após notificação do Galo

Clube alega que declaração do atacante não tinha intuito de atiçar violência fora de campo para partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil

08/07/2022 10:00
compartilhe
foto: Marcelo Cortes / Flamengo

"Pressão e inferno": frase de Gabigol foi explicada ao STJD


Flamengo e Gabigol foram intimados pelo STJD a explicar a frase dita do atacante dita após a derrota para o Atlético por 2 a 1, no Mineirão, no dia 22 de junho, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, o camisa 9 rubro-negro disse que, na partida de volta, no Maracanã, no dia 13 de julho, o Galo conheceria o que é "pressão e inferno". 

Na explicação da notícia de infração enviada pelo Atlético ao STJD, o Flamengo alegou que a declaração de Gabigol se restringia apenas ao "campo de jogo" e não tinha o intuito de atiçar a violência. 

"Eu intimei o Gabigol e o Flamengo. O clube se manifestou dizendo em resumo que as palavras ditas pelo Gabigol - "pressão" e "inferno" - diz respeito ao jogo em campo e não direcionado a torcida para incitar violência", declarou o procurador-geral, em entrevista ao ge.

Além da notícia de infração ao STJD, o Atlético apresentou anexou ameaças nas redes sociais para embasar o pedido ao Ministério Público-RJ, à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e ao Flamengo de reforço de segurança no jogo da próxima quarta-feira, no Maracanã. 

Atlético x Flamengo: fotos do jogo no Mineirão pela Copa do Brasil



Jogo no Mineirão e frase de Gabigol 


No jogo de ida, no dia 22 de junho, no Mineirão, o Atlético venceu o Flamengo por 2 a 1. Hulk fez um golaço no primeiro tempo e fez jogada espetacular com assistência para Ademir ampliar o placar na etapa final. Lázaro marcou para o Rubro-Negro. O Galo pode até empatar o jogo de volta que se classifica às quartas de final. 

Após a partida, o atacante Gabigol soltou uma frase que a diretoria do Atlético interpretou como incitação à violência. Ele disse que os mineiros vão sofrer com a pressão no Maracanã no duelo da volta. No Mineirão, a torcida alvinegra esgotou os ingressos para a partida. "Quando eles forem lá (no Maracanã) vão conhecer o que é pressão e inferno", declarou. Depois, ele pediu desculpas e disse que não teve a intenção de deixar os ânimos mais exaltados.


Compartilhe