Fluminense

CRUZEIRO

Com novo empate, risco de queda do Cruzeiro no Brasileiro fica estagnado; veja números

Cruzeiro se sustenta há quatro rodadas fora da zona de rebaixamento

postado em 12/11/2019 06:30 / atualizado em 12/11/2019 15:13

(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Pela terceira rodada seguida, o Cruzeiro ficou no empate e viu seu risco de queda na Série A do Campeonato Brasileiro ficar praticamente estacionado: subiu de 25,6% para 25,7%. Os cálculos são do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O Cruzeiro se sustenta há quatro rodadas fora da zona de rebaixamento. Curiosamente, nesse período, sempre ocupou o 16º lugar. O time de Abel Braga tem 35 pontos e vem de dez jogos de invencibilidade, mas só conquistou três vitórias no período. Houve ainda sete empates. No domingo, a Raposa ficou no 0 a 0 com o rival Atlético.

Quem melhorou consideravelmente seus números na luta contra o rebaixamento foi o Botafogo. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, o time deixou a zona de rebaixamento e subiu do 17º para o 14º lugar, com 36 pontos. O risco de queda caiu de 33,6% para 15,9%.

Já o Fluminense, derrotado na rodada pelo Internacional, por 2 a 1, voltou à zona de rebaixamento, com 34 pontos. É o 17º colocado. Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, o risco de queda dos cariocas subiu de 28,6% para 41,3%.

Veja os percentuais de todos os times, segundo a UFMG:

Risco de queda

Avaí - foi de 99,99% para 100%

Chapecoense - foi de 99,74% para 99,96%

CSA - foi de 84,2% para 92,3%

Fluminense - foi de 28,6% para 41,3%

Cruzeiro
- foi de 25,6% para 25,7%

Ceará - foi de 11,1% para 20,8%

Botafogo - foi de 33,6% para 15,9%

Fortaleza - foi de 13,4% para 2,5%

Atlético - foi de 1,9% para 1,3

Vasco - foi de 1,8% para 0,11%

Tags: brasileiro cruzeiroec futnacional botafogorj fluminenserj avaisc fortalezace cearace csaal chapecosc