UAI

2

Capitão da Seleção Russa recusa convocação devido à guerra com Ucrânia

Artem Dzyuba pediu dispensa por ter vários familiares que moram na Ucrânia

16/03/2022 09:34 / atualizado em 16/03/2022 10:48
compartilhe
Artem Dzyuba é principal artilheiro da história da Seleção Russa
foto: AFP / Jonathan NACKSTRAND

Artem Dzyuba é principal artilheiro da história da Seleção Russa

O experiente atacante Artem Dzyuba, capitão e um dos principais jogadores da Seleção da Rússia, pediu para não ser convocado pelo técnico Valeriy Karpin, informou o comandante em uma coletiva de imprensa nessa terça-feira (15).


"Falei com Dzyuba por telefone e ele me garantiu que quer muito jogar pela seleção, mas devido à situação difícil na Ucrânia, onde ele tem vários parentes, ele pediu desculpas e solicitou que não o chamássemos para a seleção por circunstâncias familiares", disse Karpin. 

O elenco da Seleção da Rússia passará por um período de treinamento em Moscou, entre os dias 21 e 27 de março. A equipe está excluída de todos os torneios organizados pela Fifa, como as Eliminatórias e a Copa do Mundo, em função da guerra na Ucrânia.    

Natural de Moscou, o atacante de 33 anos de idade foi revelado pelo Spartak Moscou e tem passagens por Tom Tomsk, Rostov, Arsenal Tula e Zenit. Ele é o maior artilheiro da história da liga russa e da seleção.    

Dzyuba foi recentemente atacado publicamente pelo lateral ucraniano Vitaliy Mykolenko, do Everton, que o acusou de não se posicionar sobre o conflito.


Compartilhe