UAI

2

Paraguaio Alejandro Domínguez é reeleito presidente da Conmebol

Dominguez, que está no cargo desde 2016, continuará presidindo a Conmebol até 2027

01/04/2022 09:36 / atualizado em 01/04/2022 10:20
compartilhe
Entre os destaques da gestão de Alejandro Domínguez está o aumento das premiações dos torneios da Conmebol
foto: PABLO PORCIUNCULA / AFP - 20/11/2021

Entre os destaques da gestão de Alejandro Domínguez está o aumento das premiações dos torneios da Conmebol

O paraguaio Alejandro Domínguez, de 50 anos, foi reeleito, nesta sexta-feira (1º), presidente da Conmebol, durante o 75º Congresso Ordinário da organização, que foi realizado em Doha, no Catar. O novo mandato será válido de 2023 a 2027.

Francisco Egas, do Equador, Claudio Tapia, da Argentina, e Pablo Milad, do Chile, ocupam a primeira, segunda e terceira vice-presidências, respectivamente.

Entre os destaques da gestão de Alejandro Domínguez está o aumento das premiações dos torneios da Conmebol. Neste ano, a projeção é que a confederação distribua US$ 244.360.000 (cerca de R$ 1,1 bilhão), enquanto em 2015 o valor foi de US$ 71.190.000 (R$ 336 milhões na cotação atual).

"Como dissemos mais de uma vez: a casa está em ordem. Existe uma gestão profissional, transparência administrativa e solidez institucional. Agora é o momento de sair e conquistar o mundo, para alcançar as maiores glórias esportivas, em nível de clubes e de seleções", afirmou Domínguez, que está no cargo desde 2016.

A eleição do presidente não foi o único pleito realizado neste congresso. O brasileiro Fernando Sarney foi reeleito como representante da Fifa, função na qual ele acompanha Domínguez, o colombiano Ramón Jesurún, a equatoriana María Sol Núñez e o uruguaio Ignacio Alonso.

Já o colombiano Fernando Castillo presidirá a Comissão de Conformidade e Auditoria da Conmebol. Por fim, o peruano Fernando Corcino será membro da Comissão de Apelação.


Compartilhe