UAI

2

Atacante mineiro que viveu drama em guerra na Ucrânia acerta com o Braga

Guilherme Smith foi emprestado pelo Zorya, da Ucrânia, ao time português até o fim desta temporada europeia

14/04/2022 13:49 / atualizado em 14/04/2022 14:49
compartilhe
Braga ainda não anunciou a contratação do atacante Guilherme, ex-Botafogo
foto: Reprodução/Instagram

Braga ainda não anunciou a contratação do atacante Guilherme, ex-Botafogo


Atacante de 18 anos que fugiu de guerra no leste europeu, Guilherme Smith acertou com o Braga, de Portugal, por empréstimo. O jogador foi cedido pelo Zorya, da Ucrânia, até o fim desta temporada na Europa (2021/2022), que termina em julho.

Após o encerramento do vínculo, os clubes conversarão sobre uma possível permanência do atleta na equipe portuguesa. Atualmente, o Campeonato Ucraniano está paralisado e não tem previsão de retorno.

Em suas redes sociais, Guilherme publicou uma foto vestindo a camisa do Braga. O atacante, natural de Juiz de Fora, que passou pela base de Vasco, Fluminense e Botafogo, mencionou na postagem o drama vivido na Ucrânia e agradeceu a oportunidade de voltar a jogar futebol.
 

"Mais um grande desafio na minha carreira. Depois de tudo que passei na Ucrânia, estou muito feliz e motivado para voltar a fazer o que eu mais amo, que é jogar futebol. Quero agradecer, primeiramente, à Deus, minha família, meus empresários e meus amigos e amigas pelo apoio. E, por fim, e não menos importante, ao SC Braga por me oferecer essa oportunidade de fazer parte desse grande clube. Agora, vestindo essa camisa muito pesada no futebol europeu, quero dizer a todos os torcedores que nunca faltará vontade, dedicação, raça, trabalho e muito respeito. Estou aqui para vencer e dar muitas alegrias a todos os torcedores!! Vamos Sporting Clube de Braga", publicou o jogador.

Guerra


Assim como outros diversos jogadores brasileiros que atuavam na Ucrânia ou na Rússia durante a guerra entre as nações, Guilherme passou o drama de ficar preso em um país em conflito.

Junto de outros companheiros que passavam pelas mesmas aflições, o atacante gravou um vídeo pedindo ajuda para conseguir fugir da Ucrânia. Na gravação estavam os mineiros Fernando, atacante do Shakhtar, e os meias Talles, do Rukh Lviv, e Juninho, também do Zorya.
 
 

Em entrevista exclusiva ao Superesportes no dia 24 de fevereiro, a mãe de Guilherme, Sueli Carvalho, que ganhou visibilidade nas redes sociais por pedir às autoridades que ajudassem seu filho, contou sobre o sentimento de impotência por não poder fazer nada para salvar o jovem.

"Tento passar uma tranquilidade, mas ele está muito preocupado. Eu falo para ele: 'calma, vai dar tudo certo'. Mas sabe como é... Em meio à guerra. Ele falou que já explodiram um aeroporto. Ele está preocupado. Dezoito anos, primeira vez que sai de casa para um lugar longe. Ainda acontece isso...", disse Sueli.
 
 

Guilherme deixou a Ucrânia em 1º de março,  uma semana após a entrevista de sua mãe ao Superesportes. Além do atacante, outros jogadores, junto de um compatriota, conseguiram cruzar a fronteira para a Polônia.
 

Compartilhe