Futebol Nacional

SANTA CRUZ

Técnico do Santa Cruz minimiza possível saída do lateral direito Marcos Martins do clube

Atleta está em negociação para jogar a Série B do Campeonato Brasileiro

<i>(Foto: Bruna Costa/Esp. DP)</i>
O Santa Cruz não contou, na derrota por 1 a 0 para o Sampaio Corrêa, com o lateral direito Marcos Martins. Titular absoluto da posição até então, o atleta ficou de fora da partida por estar envolvido em uma possível transferência para o São Bento, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador tricolor tem uma cláusula que o libera caso chegue alguma proposta da Série B ou da Série A. Após a partida, o técnico Milton Mendes minimizou a saída e encheu a bola de Cesinha, que atuou na função.

“Você acha que é perda (a saída de Marcos Martins) com o jogo que o Cesinha fez? Eu acredito que o Marcos Martins é um excelente jogador, mas estamos bem servidos. O Cesinha fez um grande jogo, já vinha entrando bem em outras partidas e fazendo outras funções. Ele é um joker (que faz várias funções), que pode atuar tanto na direita, quanto na esquerda e no meio-campo. Não foi por lá que perdemos o jogo”, declarou.
 
O Superesportes tentou entrar em contato com a diretoria de futebol do Santa Cruz mas não teve as ligações atendidas até o momento. 
 
Contratado para essa temporada, Marcos Martins vinha sendo titular absoluto da posição. Dos 39 jogos corais em 2019, o atleta esteve em campo em 30 deles. Além disso, se destacou por ser o “garçom” do time. Foram sete assistências para gol no ano.

Sem Marcos Martins não permanecer, Cesinha vira o titular da função, como já aconteceu contra o Sampaio Corrêa. Outra opção para Milton Mendes é Augusto Potiguar. O jogador esteve em campo por sete vezes na temporada, mas perdeu espaço e estava sendo utilizado no time sub-23, na disputa do Brasileirão de Aspirantes. 

Marcos Martins no Santa Cruz 

30 jogos
7 assistências