Futebol Nacional

SANTA CRUZ

Para reagir rápido e curar ferida do vice, Santa Cruz estreia contra o Paysandu na Série C

Clube vive momento de maior pressão na temporada após derrota para o Salgueiro na final do Campeonato Pernambucano

postado em 07/08/2020 21:04 / atualizado em 07/08/2020 21:05

(Foto: Rafael Melo/Santa Cruz)
Mais um ano para tentar fazer diferente. E, de fato, fazê-lo. Desde a doída eliminação para o Náutico, nos Aflitos, ainda na fase de grupos da Série C de 2019, muita coisa mudou no Santa Cruz. Elenco completamente repaginado, jogadores da base com destaque no time titular... Tudo em busca de um único objetivo. O mesmo, pelo terceiro ano seguido: sair do calvário da Terceira Divisão. 

E é sob este lema que o Santa Cruz recomeça, neste sábado, mais uma jornada na Série C. O duelo será contra o Paysandu, fora de casa. Seria a oportunidade de iniciar o torneio mais importante do ano com o pé direito. Mas, no momento, a missão do Tricolor é o oposto disso: vencer o Papão significa reagir rápido para sarar uma ferida. 

Time, desfalques e substitutos

Porque o Santa Cruz vive seu momento de maior pressão na temporada, depois de perder o título do Campeonato Pernambucano para o Salgueiro, no Arruda, na última quarta-feira. Além disso, o técnico Itamar Schülle não vai ter à disposição cinco jogadores para o duelo diante do time paraense: o lateral esquerdo Fabiano, os volantes Paulinho e André, o meia Didira e o atacante Victor Rangel.   

Diante de tantos desfalques, o comandante tricolor tem algumas opções de substitutos. Na lateral esquerda, Célio Santos deve ganhar a vaga. O zagueiro, inclusive, já jogou improvisado na posição algumas vezes. 

No meio de campo, a tendência é de que, para as vagas de Paulinho, André e Didira, o treinador coloque Tinga, Bileu e Jeremias, respectivamente. Por fim, a ausência de Victor Rangel não deve mudar muito o esquema de jogo, uma vez que o centroavante, nas duas últimas partidas, ficou no banco de reservas.

Histórico e momento do adversário

Diante das dificuldades citadas acima, o Santa Cruz também tem outro motivo para se preocupar: seu histórico negativo quando joga sob os domínios do Paysandu. Nas sete partidas disputadas fora de casa contra o Papão, o Tricolor não venceu nenhuma delas. Perdeu seis e empatou uma. 

Por outro lado, o Paysandu vem para o duelo embalado após vencer o Itupiranga por 4 a 1 e selar a boa campanha na fase de grupos do Campeonato Paraense. O time comandado pelo técnico Hélio dos Anjos também já está na semifinal da competição. E conta, sobretudo, com o bom momento do trio de ataque formado pelo artilheiro Nícolas, Matheus Anderson e Vinícius Leite. 
Ficha do jogo 

Paysandu 

Gabriel Leite, Tony, Perema, Caíque, Uchôa e Bruno Colaço; Alex Maranhão e Wiliam;  Matheus Anderson, Vinícius Leite e Nícolas. Técnico: Hélio dos Anjos

Santa Cruz 

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, Wiliam Alves e Célio Santos; Bileu, Tinga e Jeremias; Augusto Potiguar, Mayco Félix e Pipico. Técnico: Itamar Schülle.  

Local: Estádio da Curuzu
Horário: 17h
Árbitro: Diego da Costa Cidral (SC) 
Assistentes: Eli Alves (SC) e Gizeli Casaril (SC)