Futebol Nacional

PE2013

Roger reconhece que passa por má fase no Sport

Atacante não faz gol há quatro jogos no Campeonato Pernambucano

postado em 20/03/2013 11:54 / atualizado em 20/03/2013 11:59

Yuri de Lira /Diario de Pernambuco

Bruna Monteiro Esp.DP/D.A Press
Depois de vencer o clássico, os bons tempos voltaram à Ilha do Retiro. Roger, porém, não pode dizer que a sua fase vai tão bem quanto à do Sport. O atacante não conseguer fazer gol há quatro rodadas deste Campeonato Pernambucano. A última vez que o jogador balançou as redes foi contra o Central, em Caruaru, no dia 3 de de março. Desde lá, vem passando em branco nas partidas. Em entrevista concedida na manhã desta quarta-feira, na Ilha, ele, aliás, reconheceu que não vive um grande momento no ataque rubro-negro. Mas espera superar o "jejum".

"Eu me cobro muito, me dedico muito nos treinamentos, mas não estou gostando do meu desempenho. Estou incomodado com esses quatro jogos sem marcar", disse Roger. Entretanto, para o atleta, agora, mais importante que o seu desempenho pessoal vem sendo a fase do Sport, após ter vencido o clássico contra o Náutico. "Às vezes, o coletivo está em detrimento do individual. Vamos trabalhar para acertar essa bola lá dentro e ajudar mais ainda o Sport", complementou.

Roger aproveitou para falar que não há resquícios de mágoas com a torcida rubro-negra. O atacante, vale lembrar, foi alvo de protestos, além de, em um episódio isolado, ter tido a sua vida familiar envolvida brutalmente envolvida nas críticas. "Estou aqui para elogiar o comportamento dos torcedores no clássico. Nos apoiaram do começo ao fim", falou.

Sobre o adversário do próximo domingo, o Ypiranga, em Santa Cruz do Capibaribe, Roger apelou para o velho clichê. "Não tem mais time bobo no futebol. Vai ser um jogo muito difícil".