Futebol Nacional

SPORT

Velho conhecido, Milton Mendes voltará a enfrentar o Sport no comando do São Bento

Treinador comandou o Santa Cruz em duas oportunidades e esteve à frente do Leão no final da campanha de 2018 na Série A, que rebaixou o rubro-negro

postado em 10/10/2019 08:00 / atualizado em 10/10/2019 08:37

<i>(Foto: Leandro de Santana/Esp. DP Foto)</i>
O confronto da próxima sexta-feira, na Ilha do Retiro, às 19h15, colocará o Sport frente a frente com um velho conhecido do futebol pernambucano. Trata-se do técnico Milton Mendes, que teve passagens por Santa Cruz (2016 e 2019) e Sport (2018), sendo inclusive o treinador da reta final da campanha do rebaixamento do Leão à Série B na temporada passada. Atualmente, o profissional está desenvolvendo trabalho no São Bento, time que ocupa a vice-lanterna da Segunda Divisão. 

O ano de Milton Mendes no futebol brasileiro começou em maio. Após não continuar o trabalho no Sport, quando foi contratado para livrar o time do risco eminente de queda, o treinador ficou sem emprego até se tornar a aposta do Santa Cruz para se classificar para o mata-mata da Série C, o que acabou não acontecendo. Depois da precoce eliminação tricolor, comandante acabou sendo contratado pelo São Bento, clube no qual está atualmente. 

Pelo time de Sorocaba, o retrospecto do treinador aponta duas vitórias, dois empates e três derrotas, em sete jogos. Além disso, o São Bento possui a pior defesa do campeonato, ao lado do Londrina, com 38 gols sofridos. Quanto a campanha geral, a equipe paulista ocupa a 19ª posição com apenas 27 pontos conquistados, sendo eles em sete vitórias, seis empates e catorze derrotas. Um desses empates foi diante do Leão, por 2 a 2, pela 9ª rodada da competição.

O embate entre Sport e São Bento colocará frente a frente equipes em dois pólos diferentes da tabela. Enquanto o Leão é o time que menos perdeu no campeonato, com apenas três derrotas, o São Bento ao lado do Londrina, é a equipe que mais foi batida no campeonato, com 14 jogos perdidos. 

Polêmica 

Entre a segunda quinzena do mês de setembro e os primeiros quinze dias de outubro, o calendário da Série B se tornou mais intenso para os clubes. Com o grande número de jogos em sequência, o técnico Milton Mendes teve a iniciativa de rodar o plantel. A primeira partida em que fez isso foi exatamente o confronto diante do líder da competição, o Bragantino. O treinador poupou sete dos seus titulares e acabou sendo derrotado por 3 a 0. Segundo Milton, essa atitude fazia parte de um risco calculado. 

“Foi um risco calculado, todos do clube sabiam da nossa estratégia. Estamos tranquilos, mas não era o resultado que esperávamos e a campanha do Bragantino responde muitos questionamentos. Sabíamos que iríamos correr o risco de não ganhar, assim como o time que vinha jogando mais vezes, mas vínhamos de um desgaste de alguns jogadores. Não que tenhamos entrado em campo para perder, mas a estratégia deu certo até os 43 minutos do primeiro tempo. Depois tivemos que reverter e arriscamos um pouco mais”, disse o comandante. 

A estratégia acabou dando certo, pois ao reinserir os titulares para a partida diante do Vila Nova, na última terça-feira, o time sorocabano bateu os goianos, em casa, pelo placar de 3 a 1. Porém, o triunfo não foi suficiente para melhorar a posição da equipe de Milton Mendes, uma vez que o Criciúma acabou pontuando no empate por 2 a 2 com o Brasil de Pelotas.