Futebol Nacional

SPORT

Para se aproximar matematicamente do acesso, Sport recebe Criciúma com a Ilha lotada

Com apoio da torcida, Leão busca triunfo para ter a chance de carimbar a vaga na Série A, na próxima quarta-feira, diante do Botafogo-SP

postado em 09/11/2019 07:30 / atualizado em 08/11/2019 21:49

(Foto: Anderson Stevens/Sport Recife)
O acesso do Sport parece questão de tempo e não é de hoje. São 17 rodadas seguidas no G4 da Série B e um dos melhores desempenhos dentro de campo da competição. Além disso, mesmo após dois tropeços fora, o Leão segue com uma boa margem para o 5º lugar. Desta forma, o confronto contra o vice-lanterna Criciúma, às 16h30, na Ilha do Retiro, pela 34ª rodada, vale para se aproximar ainda mais de forma matemática do retorno à elite. Carimbo que, em caso de vitória neste sábado, pode vir de forma oficial na próxima quarta-feira, diante do Botafogo-SP. 

Além disso, um triunfo diante da torcida também será útil para acabar com um período de instabilidade. Há dez dias, o Sport ostentava uma sequência de oito partidas sem perder. Hoje, no entanto, possui apenas uma vitória nos últimos quatro jogos, tendo passado em branco três vezes neste recorte.

De volta à Ilha do Retiro após a derrota para o Guarani e o empate com o Coritiba, a expectativa é de casa cheia e recorde da equipe na Segundona. Até as 19h da última sexta-feira, 14.968 ingressos haviam sido vendidos e os setores de sociais e arquibancada da sede estão esgotados. 

O maior público do Leão na competição até o momento foi registrado contra o Bragantino, quando 19.058 torcedores foram ao Adelmar da Costa Carvalho. Curiosamente, será apenas o segundo jogo rubro-negro em casa à tarde em um final de semana na Série B - o outro foi ante o Figueirense, no longínquo 12 de maio.

O técnico Guto Ferreira destacou o peso que a torcida pode ter. “Parece que (a torcida) está vindo com tudo. Então que a gente possa estar junto. Equipe, torcida, um empurrando o outro. E que façamos um grande o jogo para depois comemorar. Mas para isso temos que fazer um grande jogo, respeitando o Criciúma”, avaliou.

Na escalação, o técnico Guto Ferreira poderá repetir o time da última rodada. Desfalques no último jogo, Pedro Carmona e Yan não têm lesão, mas seguem na transição física e são esperados para estar à disposição quarta-feira, contra o Botafogo-SP. Com a ausência do meia, Léo Artur deve voltar a ser relacionado pelo treinador.

Como vem o Criciúma

Na penúltima colocação, o Criciúma vive situação difícil. Está há oito jogos sem vencer - pior jejum da temporada - e a quatro pontos do 16º colocado, com 95% de chances de queda. Para o confronto, o técnico Roberto Cavalo terá o retorno de três titulares: os volantes Wesley (ex-Sport) e Foguinho, além do atacante Andrew. Apesar da fase da equipe catarinense, Guto Ferreira espera ainda mais resistência.

“Nesse momento, aqueles que estão em baixa tiram forças não se sabe da onde. E nós temos que nivelar a entrega ou suplantar a entrega para que nossa qualidade possa superar. É um jogo de paciência porque as estratégias nem sempre são aquelas que possam se encaixar no nosso estilo de jogo”, projetou.

Ficha do jogo 

Sport
Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Sander; Charles, Willian Farias, Leandrinho; Guilherme, Hernane e Hyuri. Técnico: Guto Ferreira.

Criciúma
Paulo Gianezini; Carlos Eduardo, Liel, Sandro, Marlon; Wesley, Eduardo, Foguinho, Daniel Costa; Luquinha e Léo Gamalho. Técnico: Roberto Cavalo

Local: Ilha do Retiro
Horário: 16h30
Árbitro: Wagner Reway-PB
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz  e Daiane Caroline Muniz (ambos do MS)
Ingressos: R$ 40 (arquibancada frontal) e R$ 20 (estudante/sócio); R$ 30 (arquibancada sede), R$ 15 (estudante/sócio)