Futebol Nacional

De volta

Lúcio Surubim chega e vai conversar individualmente com os atletas

Novo gerente de futebol avisa que resgatar a auto-estima dos jogadores é primeira missão

postado em 19/08/2013 11:29 / atualizado em 19/08/2013 11:46

Ana Paula Santos /Diario de Pernambuco

Náutico/Divulgação
O convite foi aceito imediatamente. Não houve sondagem, apenas um almoço para selar a contratação do dentista e ex-comentarista esportivo Lúcio Surubim, de 44, como novo gerente de futebol do Náutico. Clube que Lúcio defendeu - como zagueiro - entre as décadas de 80 e 90.

E se o clube anda cabisbaixo com a terrível fase no Brasileiro da Série A, Lúcio chega repleto de motivação. "Se não estivesse motivado, não teria deixado os outros empregos que tinha", adianta Surubim, que exercia a profissão de dentista na UPA do bairro de Nova Descoberta e no PSF, no município do Cabo de Santo Agostinho.

 Satisfeito com a proposta oferecida pelo clube alvirrubro, Lúcio Surubim explica que vai trabalhar diretamente com o técnico Jorginho e os atletas. Mas diz também que estará em contato permanente com os auxiliares Levi Gomes e Kuki. "Três cabeças pensando é melhor que uma. Vou estar sempre em sintonia com eles. Não chego ao Náutico na posição de quem sabe tudo. O diálogo vai ser a base do nosso trabalho, a partir de agora", acrescenta.

 Lúcio chega ao Náutico em um momento delicado no Campeonato Brasileiro. Até agora, a equipe não se encontrou e amarga a laterna da competição. Contaminar os atletas com sua confiança, parece ser o primeiro desafio no novo posto.

 "A intenção é mesmo livrar o Náutico do rebaixamento, mesmo sabendo que minha função vai ser de estruutar o futebol de uma maneira mais ampla. Neste momento, porém, vou conversar individualmente com cada jogador. Sei que 90% dos atletas não se sentem muito à vontade para dialogar com o treinador. Vou querer saber o que está acontecendo", avisa Lúcio, que se apresenta nesta segunda-feira, às 15h30, no CT Wilson Campos, na Guabiraba.