Futebol Nacional

NÁUTICO

Sem Carleto e iniciando maratona, Vitória vem pressionado para confronto contra Náutico

Primeiro time acima da zona de rebaixamento, Leão da Barra visita o Timbu com a chance de ampliar vantagem para o Z4 e afundar Alvirrubro na tabela

postado em 23/11/2020 17:23 / atualizado em 23/11/2020 17:50

(Foto: Letícia Martins/Vitória)
O jogo diante do Vitória, na próxima quarta-feira, às 19h, nos Aflitos, é vital para o Náutico seguir buscando reagir na Série B enquanto tenta sair da zona de rebaixamento. Em 16º lugar na competição e com quatro pontos a mais que o Timbu, o Leão da Barra chega ao Recife pressionado com a possibilidade de afundar ainda mais o rival no início de um período em que terá uma maratona de seis jogos em apenas duas semanas. 

Além do Náutico, o Leão enfrentará CRB, Paraná, Confiança, Cuiabá e Cruzeiro até o dia 11 de dezembro, sendo três confrontos em casa e três fora, onde o rubro-negro baiano irá buscar seu primeiro triunfo longe de seus domínios nesta Série B 2020. Levando em conta os resultados do primeiro turno, foram oito pontos, um terço dos 24 que possui, atualmente, na competição.

O clube baiano chegará ao Recife sem o seu principal destaque na temporada, o lateral Thiago Carleto. Vice-artilheiro do time com sete gols marcados e maior garçom do Vitória em 2020, com sete assistências, o jogador rescindiu seu contrato com o Leão após desentendimentos com companheiros após o jogo diante do Sampaio Corrêa. 

Quanto a formação do time, o treinador Eduardo Barroca tem várias dores de cabeça por causa de jogadores no departamento médico. O atacante Vico é dúvida por causa de um abcesso na coxa. Já Ewandro, Leandro Silva e Caíque Souza realizaram apenas um treino de transição sem contato com bola. Quem pode voltar ao time é o lateral Van e o atacante Alisson Farias, este último foi poupado e participou apenas de parte do treino. 

Assim, o provável time escalado para o confronto direto diante do Náutico pelo técnico Eduardo Barroca deve ir para campo com Ronaldo; Léo (Van), Wallace Reis, Maurício Ramos e Rafael Carioca; Guilherme Rend, Matheus Frizzo e Fernando Neto; Thiago Lopes (Alisson Farias), Vico (Matheusinho) e Léo Ceará.