ESPECIAL DO MINEIRO

Tombense investe pesado para colher bons frutos em sua 1ª participação no Estadual

Clube da Zona da Mata conta com um dos maiores orçamentos entre os times do interior

postado em 30/01/2013 08:05 / atualizado em 31/01/2013 20:17

Divulgação/Tombense Futebol Clube

O Tombense Futebol Clube é o único time estreante no Módulo I do Campeonato Mineiro. Para fazer bonito na competição, a equipe da Zona da Mata investiu pesado em seu elenco. O orçamento é um dos maiores entre os clubes do interior - cerca de 2,5 milhões –, o que faz o presidente Lane Mendonça Gaviolle planejar grandes objetivos para o recém-promovido à Primeira Divisão Estadual.

“Montamos o time para ficar entre os quatro melhores do Mineiro. Se isso não acontecer, planejamos uma das vagas na Série D. É claro que o futebol é complicado de prever e pode acontecer de a equipe entrar em má fase e passar por dificuldades. Mas tendo conhecimento de todos os jogadores, acredito que a campanha será positiva”, disse Gaviolle, em contato com o Superesportes.

O alto investimento do Tombense é explicitado pelo pagamento aos jogadores. O clube tem uma média salarial de 12 mil reais e atletas experientes como Adeílson, Joílson e Alexandre chegam a faturar mais de 25 mil por mês. Lane Gaviolle acredita que estas três peças, com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, contribuirão bastante para a campanha do time na competição.

“Nós os conhecemos há muito tempo. São jogadores que estão conosco há oito anos e têm um vínculo de amizade. Tenho total confiança de que exercerão excelente papel no Campeonato Mineiro e colocarão o Tombense em boa colocação”, afirma Gaviolle, que trabalha ao lado de Eduardo Uram na Brazil Soccer, empresa que gerencia a carreira de vários jogadores do futebol brasileiro.

O Tombense conta com 34 jogadores no elenco. Com a média salarial de 12 mil reais por mês, a folha do clube ultrapassa os 400 mil - isso sem contar a comissão técnica liderada por Marcelo Cabo. Para conseguir renda, a diretoria conta com os patrocínios do Banco BMG, Loja do Juca e negociações de outros atletas pela Brazil Soccer.

Nos jogos em que o Tombense for mandante, o preço dos ingressos no Estádio Antônio Guimarães de Almeida oscilará entre 30 e 50 reais. “Contra times do interior, o preço será mais baixo. Já nas partidas contra os grandes clubes, o valor aumentará. Isso é para evitar maiores tumultos. Mas tenho certeza que a população vai abraçar a causa e apoiar o time”, afirmou Gaviolle.

Investimento em estrutura e categorias de base do Tombense


O Estádio Antônio Guimarães de Almeida comporta, atualmente, 3,1 mil torcedores. Lane Gaviolle contou à reportagem do Superesportes que existe um projeto de ampliação para 8 a 10 mil lugares nos próximos meses. “Serão investidos mais de dois milhões de reais no nosso estádio. Queremos fazer uma bela arena, com boa estrutura”, disse. O curioso é que a arena em Tombos comporta cerca de 30% da população da cidade, que é de quase 10 mil habitantes.
Divulgação/Tombense Futebol Clube

Segundo Gaviolle, o Tombense ganhará um centro de treinamento para profissionais e atletas das categorias de base. “Nosso centro de treinamento vai ficar tão bom quanto os de Cruzeiro e Atlético. Talvez até seja melhor, de verdade. Serão quatro campos oficiais com irrigação eletrônica e drenagem. Além disso teremos um hotel para 60 atletas. O investimento é de aproximadamente cinco milhões de reais”, revelou.

O jogo de estreia do Tombense no Campeonato Mineiro é contra o Atlético. Na quarta-feira, dia 6 de fevereiro, as equipes se enfrentam às 19h30, no Estádio Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos.

CONFIRA O ELENCO DO TOMBENSE PARA O CAMPEONATO MINEIRO